Tag Archives: Teatro Académico Gil Vicente

Chega!

da declaração pública lida ontem pelos reitores de todas as universidades do país,

no caso particular da Universidade de Coimbra, confesso que em muitos anos não tinha assistido a um tamanho poder de mobilização. se bem que o gabinete de comunicação e imagem da reitoria voltou a falhar ao apenas enviar tolerância de ponto para todo o universo da UC na hora prevista para a leitura da declaração no dia anterior à mesma, facto que poderia ter arrastado ainda mais gente para o Teatro Académico Gil Vicente. se o referido gabinete tivesse enviado o email com maior antecedência, em vez de 2 ou 3 mil pessoas estou seguro que Coimbra caíria lá toda.

o Magnífico Reitor João Gabriel Silva, o meu reitor (explico o porquê aqui) voltou a soar o botão de alarme no que diz respeito à sobrevivência da instituição Universidade de Coimbra. não preciso de esmiuçar muito o seu recurso. João Gabriel Silva voltou a mencionar o básico: com uma menor dotação orçamental para a instituição, a UC está abaixo do limiar de sobrevivência e não tem recursos para fazer face às despesas estruturais, as despesas mais básicas como água, electricidade, gás. nem falo sequer das despesas orçamentais, pois está mais que visto que a situação irá fazer com que a UC possa efectivamente ter a necessidade de fechar portas entre Julho e Setembro do próximo ano para cortar na despesa, despedir funcionários ou reduzir-lhe os seus horários, despedir professores, encerrar ou encurtar a prestação de alguns serviços e fazer ainda mais cortes na acção social indirecta. isso irá traduzir-se obviamente, para muita pena do nosso reitor, na diminuição da qualidade de ensino, na diminuição das verbas consignadas a investigação, na diminuição da qualidade da acção social e sobretudo, em mais desemprego e mais abandonos no ensino superior. esta declaração não se tratou de um aviso. João Gabriel Silva já vem alertando desde há muitos meses para esta situação. trata-se da realidade: ou o governo volta atrás na sua decisão ou então a UC tem os dias contados.

ao discurso do reitor seguiu-se o discurso de Ricardo Morgado. um discurso em loop. mal preparado, mal lido e revelador da estratégia que paira neste momento em relação ao problema no nº1 da Padre António Vieira que é ABSOLUTAMENTE NENHUMA. (malta, se quiserem uma ajudinha…)

o próprio Ricardo Morgado, foi o maior derrotado da manhã de ontem. a mobilização do reitor com um simples mail no dia anterior derrotou qualquer mobilização que a AAC possa fazer. perdão, a mobilização é fácil. mas só se põe em marcha quando se interessa, ou seja, em dia de eleições.

Com as etiquetas , , , , , , , , , ,

Do Magnífico Reitor

“Aos membros da comunidade da Universidade de Coimbra,

Venho convidar todos os professores, investigadores, trabalhadores não docentes e não investigadores, estudantes e demais membros da comunidade da Universidade de Coimbra, a estarem presentes no Teatro Académico Gil Vicente, amanhã, sexta-feira 9 de Novembro, a partir das 11:30, para serem informados da proposta de orçamento para 2013 que está neste momemnto em discussão na Assembleia da República. Esta põe em causa a continuidade da universidade pública portuguesa, e portanto também da Universidade de Coimbra.

Para permitir a presença de todos determino a não realização de aulas e a suspensão de todos os serviços não essenciais, a partir das 11 horas. A atividade da Universidade retomará o seu curso normal a partir das 13 horas. Cabe aos responsáveis de cada setor determinar quais os serviços e atividades que terão de se manter a funcionar neste período.

A comunicação social também está a ser convidada para esta sessão.

Às 12:00 será lida, em simultâneo com todas as outras universidades públicas portuguesas, uma declaração dos reitores sobre esta matéria. É uma ação inédita, que pretende marcar a unidade das universidades e a gravidade da situação.

Será também apresentada a situação particular da Universidade de Coimbra, intervindo ainda o presidente da Direcção Geral da Associação Académica de Coimbra.

Quero realçar a importância da presença de todos nesta reunião, dando um forte sinal ao país de que a atual proposta de orçamento tem de ser alterada.

João Gabriel Silva
Reitor”

Com as etiquetas , , , , , , , , ,

Gala António Luis Gomes

Terça-Feira às 21 horas no Teatro Académico Gil Vicente, a 3ª Gala António Luis Gomes, gala anual das secções culturais da Associação Académica de Coimbra. Organização a cargo do Conselho Cultural da Associação Académica de Coimbra.

Aberto a todo o público e com entrada gratuita. Aparece!

Com as etiquetas , , , , , ,

25 anos a fazer amor

A Rádio Universitária de Coimbra faz 25 anos – uma data história que deve ser comemorada com toda a pompa e circunstância.

Sexta-Feira, não se esqueçam: Radio Dept pelas 21:30 no TAGV. Bilhetes a 8 euros (sócios da RUC) 9 euros (estudante) e a 10 euros (público em geral)

Com as etiquetas , , , , , , , , , , ,

A RUC faz 25 anosRadio Dept em Coimbra

A RUC faz 25 anos! Parabéns a todas as pessoas que trabalharam no passado e a todas as pessoas que trabalham no presente.

Para compor a excelente programação das comemorações do aniversário, os Suecos Radio Dept actuam dia 4 no Teatro Académico Gil Vicente a convite da RUC num concerto que aguardo com grande expectativa.

Obrigado RUC por nos trazeres nomes destes a Coimbra.

Os bilhetes estão à venda no TAGV e custam 8 euros para sócios da RUC, 9 euros para estudantes e 10 euros para não-estudantes.

Com as etiquetas , , , , , , ,

Caminhos do Cinema Português

De 14 a 23 de Novembro, Coimbra é a grande montra do cinema nacional. Com a organização a cabo dos Caminhos do Cinema PortuguêsAssociação de Artes Cinematográficas de CoimbraCEC-AAC, este post apresenta a XIX edição dos Caminhos do Cinema Português – o único evento de divulgação do cinema Português.

No entanto, os Caminhos não se cingem apenas à divulgação de filmes Portugueses, tendo outros eventos capazes de cativar a atenção da massa estudantil e dos aficcionados da 7ª arte.

Para além da reprodução de filmes Portugueses, o evento oferece a habitual secção competitiva de curtas-metragens, ensaios visuais, filmes para crianças no âmbito dos Caminhos Juniores, a passagem de filmes de Cinema Turco, retrospectivas, conferências e Workshops.

Os Caminhos do Cinema Português decorrem em 3 espaços distintos da cidade de Coimbra: Teatro Académico Gil Vicente, Mini-Auditório Salgado ZenhaEdifício da AAC e o novo Theatrix (antigo Cinema Avenida).

Para o Teatro Académico Gil Vicente, ficam reservadas as exibições da secção competitiva onde serão exibidos entre outros “Um Funeral à Chuva” de Telmo Martins e “Embargo” de António Ferreira no meio de algumas curtas-metragens realizadas por jovens realizadores Portugueses e estrangeiros radicados em Portugal.

Ao nível da animação infantil, os Caminhos Juniores (que já se encontram esgotadosmais de 5 mil crianças) são um evento paralelo dedicado às crianças de dezenas de escolas nacionais.

Outros eventos paralelos a decorrer no Teatro são as retrospectivas em que por exemplo serão visionadas “Perdido por Cem” de António Pedro Vasconcelos e “Sofia e a educação sexual” de Eduardo Geada para além das habituais conferências que se realizarão nos dias 17 e 22 de Novembro

No Edifício da AAC decorrerá a repetição dos filmes da  secção competitiva e os Workshops relativos às artes cinematográficas que são promovidos pela organização. São 5 os Workshops que os estudantes universitários, sócios do CEC e público em geral poderão frequentar:

– Edição e Imagem, por Hugo Valter Moutinho, que decorre nos dias 13 e 14.

– Cinema 3D – Estereoscopia  por Telmo Martins, que decorre nos dias 15 e 16.

– Vídeo, Acção e Intervenção por Miguel Marques, que decorre entre os dias 18 e 21.

– Cinematografia em Cinema Digital por Miguel Matias Alves, nos dias 22 e 23.

– Produção e Realização Vídeo por José Luis Gonçalves, a realizar nos dias 17,18 e 21.

Os Workshops estão abertos a 20 inscrições (cada) tendo o custo de 40 euros para estudantessócios do CEC e 50 euros para o público em geral. Todos os Workshops darão acesso a todos os eventos garantidos pela organização.

Para o recente espaço nocturno de Coimbra (Theatrix) estão reservados os ensaios visuais, a divulgação dos filmes oriundos da Turquia e as after-parties no final de cada dia do evento com a actuação de bandas como Os Yeah, Os Pinto Ferreira, D3o, Orxestra Fitagórica e do Dj da Antena 3 Rui Estêvão.

A organização promoveu ainda a venda de Bilhetes Gerais para o evento que garante a entrada em todos os locais do festival a 15 euros para estudantes e 20 euros para o público geral. Os Bilhetes gerais poderão ser adquiridos nas bilheteiras do TAGV.

Com as etiquetas , , , , , , , , ,