Tag Archives: Secção de JornalismoAAC

Esclarecimento

Em relação ao Jornal Universitário A Cabra:

Do Estatuto de Jornalista

Dada a proveitosa leitura da lei nº199 de 13 de Janeiro e dado que maior parte dos  “pseudo-jornalistas” do Jornal continuam a assinar artigos sem possuírem carteira profissional de jornalista e não se constituirem como excepção ao nº2 do Artigo 1º do referido documento, tal prática exemplifica uma clara infracção ao Estatuto do Jornalista.

Como tal, é crime. Se é crime, tem que ser punido pela lei. 

Não acato editoriais escritos por uma pressuposta directora de um Jornal Universitário que não tem habilitação legal para o fazer e muito menos um texto recheado de “piadas de salão” de um artigo que é assinado sobre a forma de pseudónimo.

Até quando vai durar esta pouca vergonha? Até quando é que o Conselho Cultural e a Direcção-Geral permitirão que um jornal que é sustentado pela casa continue a infringir a lei e a não se dar ao trabalho de informar os estudantes sobre as actividades que são desenvolvidas pelas outras secções?

Com as etiquetas , , , , , , , ,

Que grande cornada!

via Denúncia Coimbrã

Mais uma grande cornada dos meninos do Quinzenário os Cabrões!

Como se não bastasse a atitude rebaixada por parte do Conselho Fiscal em relação ao Regulamento Interno da Secção de Jornalismo, aprovando um artigo que apenas permite a entrada de um novo sócio após 6 meses de trabalho comprovado + votação dos sócios em plenário e as sucessivas atitudes de amparo e conivência por parte da actual Direcção-Geral aos comportamentos e trabalho dos elementos do pasquim, esta vem confirmar que os meninos afinal querem-se manter excluídos da casa que os suporta e executar a sua própria lei!

Deixar estes dois papeis no placard da secção, de apoio manifesto a um candidato à Direcção-Geral é de um extremo desrespeito pela campanha eleitoral e pela isenção que se quer ver dentro do edíficio à porta das eleições. Mesmo nas barbas da Direcção-Geral, que parece nada fazer para por fim às poucas vergonhas vindas dos comportamentos dos meninos.

Para finalizar, só deixo uma dica a quem de direito para um futuro próximo: exemplos como o da Secção Jornalismo e de outras demais secções que pretendem executar a sua lei, tomando com desrespeito a casa que alimenta as suas actividades no futuro deverão começar a ser sancionados na medida exacta, ou seja, convidando a passagem a Organismo Autónomo. Se querem executar a sua própria lei, vão buscar fundos a outros lugares que não a AAC!

Com as etiquetas , , , , , ,

“Excrementos d´A Cabra”

A Denúncia volta a fazer estragos e a bater seriamente na Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra e no Jornal A Cabra, propriedade da mesma. Há gente que o merece. Pela arrogância, pela presunção e pelo seu carácter vingativo.

Para alguns, a vitória tem que ser obtida a todo o custo. Não interessa a validade dos meios utilizados para se poder alcançar os objectivos. Depois, escondem-se por dentro de 4 paredes e esperam pelas consequências dos seus actos, que de antemão sabemos que podem passar pelos  esquemas de chamar a polícia, fazerem-se de vítimas e pela ameaça de levar aquele que é prevaricado à barra dos tribunais.

Para ser lido aqui

Com as etiquetas , , ,

Comentário elevado a post

O meu amigo Paulo Abrantes decidiu elevar a post um comentário que deixei no Denúncia Coimbrã a propósito do conteúdo deste post.

Não me quero pronunciar mais sobre esta questão, mas quer-me parecer que há individuos dentro do edifício da AAC cujo xeque-mate está próximo.

Com as etiquetas , , , ,