Tag Archives: Rádio Renascença

verdade do dia

“Não é que sejam malandros. Mas são incompetentes” – Francisco Sarsfield Cabral, sobre a supervisão do banco de Portugal aos microfones da Rádio Renascença.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , ,

vamos cá esclarecer umas coisitas

dados revelam que se fez “história” na economia portuguesa: pelo primeiro ano em 16 (se não estou em erro), a nossa balança comercial (dizem) é favorável. 315 milhões de superavit no período considerado na peça da rádio renascença, segundo os dados apresentados pela AICEP.

1. falsa ilusão: não são as exportações que estão a crescer desmesuradamente, são as importações que estão a decrescer. porquê? a perda de poder de compra dos portugueses. crescem porque o mercado interno já não satisfaz a oferta das empresas.

2. crescimento de 6,9% nas exportações em relação ao período considerado no ano anterior. justificação? simples. as exportações estão a crescer em virtude dos acordos comerciais que foram feitos no mandato de José Sócrates. Quais são os mercados? simples. Venezuela, Líbia, África do Sul, Angola, Moçambique, Brasil, Argentina, ou seja, tudo países, onde Sócrates conseguiu mercados para produtos portugueses. Imputar a este governo este tipo de vitórias é do ponto de vista prático errado.

3. falsa ilusão, parte 2: uma balança comercial favorável, apesar de ser um indicador económico interessante e positivo, no nosso caso, não revela as contas do país. continuamos a ter uma balança de pagamentos desfavorável, em virtude dos elevados juos que o país está a pagar aos credores internacionais e, precisamente à troika. Os 315 milhões de euros obtidos não chegam sequer para pagar os juros anuais que estamos a pagar ao Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu, que, como se sabe, são de 34,4 mil milhões de euros (quase metade do resgate financeiro a que fomos submetidos). Bastará portanto fazer as contas aos 5% que teremos que pagar ao Fundo Monetário Internacional, calculando as 5 tranches que já nos foram atribuídas e a verba pertencente ao Fundo dentro dessas tranches(por exemplo) mais o spread diferencial, Dá qualquer coisa como 750 milhões de euros de juros por ano a 45 anos.

outros dados revelam-se assustadores: a política de Gaspar a dar frutos. 4,9% de queda na receita fiscal. Apesar do corte na despesa de 14,5%, o aumento de 22,9% com ajudas sociais mostram que a política de empobrecimento do país não só está a reduzir o poder de compra como está a tirar dinheiro ao estado por via de impostos indirectos, como ainda está a levar o estado a aumentar os seus encargos com situações de desemprego, que, tenderão a aumentar visto que a perda de poder de compra só trará mais ruína ao tecido económico português. Medidas ruinosas que se tendem a aliar com os valores dos novos escalões tributários deste país.

a espiral negativa. a armadilha do consumo. em tempos de recessão, a súbida de preços dos produtos, aliada à perda de rendimentos para consumo por parte das famílias levará a uma racionalização do consumo. perde o consumidor (que fica claramente insatisfeito visto que não consegue prover todas as suas necessidades), perde o empresário (não escoa stocks e como tal terá que rever as planificações da sua empresa e cotá-las novamente em baixa; o que levará ao desemprego, favorecido pelo novo código laboral), perde o trabalhador (despedido e catapultado para um subsídio de desemprego mais baixo que o salário que auferia) e perde o estado, pela diminuição de receitas e pelo aumento de prestações sociais.

mas

Gaspar e Mota Soares ainda querem atacar mais.

se seguir em frente, esta é a proposta que irá colocar meio portugal nas ruas para derrubar o governo. menos 42 euros para quem já faz das tripas coração para sobreviver. seria uma medida excelente caso os 150 mil beneficiários desta medida tivessem emprego. mas não tem. e mais uma vez, a estratégia de empobrecimento do país trará consequências ruinosas.

para finalizar e indo de encontro ao meu pensamento, é bonito ver as últimas estatísticas da Comissão Europeia sobre o desemprego jovem e os custos que esse mesmo desemprego incidem sobre o Estado Português.

não me venham com isto dizer que este governo peca por estar, com estas políticas, a agradar às pretensões dos seus parceiros europeus e dos mercacados, menosprezando ou tendo dificuldades de comunicação com o povo português. o povo português é imberbe mas não é estúpido. sente na pele a falta de dinheiro nos bolsos, a falta de comida na mesa e a falta de dinheiro para satisfazer as necessidades básicas.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Mais relatos chocantes de Damasco

A Crueldade sem limites do governo de Al-Assad.

Já bati demasiado nesta tecla no que toca à falta de operância das Nações Unidas e do seu des(conselho) de Segurança quanto ao caso sírio.

De que está Luis Moreno-Ocampo à espera para tomar providências quanto ao ditador Sírio no seio do Tribunal Penal Internacional?

De que está à espera a NATO para por fim a esta barbarie? A NATO, essa organização “tão interventiva, tão democrática e tão respeitadora do Direito Internacional” ainda não se pronunciou sobre o caso Sírio.

No caso de Mohammar Khadafi e da Líbia, as Nações Unidas foram rápidas a pronunciar-se acerca das sanções e das intervenções a executar no país, a NATO passou por cima de uma resolução que ia de encontro à manutenção de paz e segurança entre os civis e acabou por executar uma intervenção militar com o objectivo de derrubar Khadafi e Luis Moreno-Ocampo tratou de abrir investigação ao regime sirio quando se começou a suspeitar que o mesmo torturava e atacava civis.

Homs e Damasco continuam a ferro e fogo sem que a comunidade internacional tenha interesse em resolver a situação.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Faleceu Artur Agostinho

Faleceu hoje Artur Agostinho. Um dos melhores comunicadores que este país alguma vez teve.

Aos 90 anos, Artur Agostinho foi um dos pioneiros da Rádio em Portugal. Iniciado na antiga Emissora Nacional (actual Rádio Renascença) Artur Agostinho destacou-se pelos apaixonados relatos de futebol com que brindou gerações atrás de gerações. Sportinguista de corpo e alma, Artur Agostinho sempre conseguiu manter uma enorme postura de imparcialidades atrás dos microfones.

Engane-se quem porventura pensa que o legado de Artur Agostinho se cinge à rádio. O Comunicador, participou-se em filmes como “O Leão da Estrela” (1946) “Capas Negras” (1947) “Cantiga da Rua” (1950) e “Perfeito Coração” (2009) para além de inúmeras novelas transmitidas nos canais generalistas lusos. Ao nível do jornalismo, dirigiu o Jornal Record entre 1963 e 1974 e o Jornal Sporting. Foi também proprietário da Sonarte, uma agência de publicidade.

Ao nível literário, escreveu “Portugal sem Português” em 1977 e “Bela, riquíssima e além disso …viúva” em 2009.

O Presidente da República haveria de agraciar Artur Agostinho no passado dia 28 de Dezembro de 2010 com a Comenda da Ordem de Sant´Iago e Espada.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , ,

Quem está de má-fé no caso Kléber?

O presidente do Atlético Mineiro Alexandre Kelil afirmou ontem que a proposta que o Sporting tinha feito por Kléber era absolutamente ridícula. As afirmações do presidente do Atlético Mineiro são publicas. Para além dos jornais, são atestadas pela Rádio Renascença, que as emitiu no ar durante todo o dia nos espaços “Bola Branca”. ( ouvir os podcasts do dia 31 de Janeiro de 2010)

O Sporting por intermédio do seu director-geral José Couceiro fez chegar uma proposta à Marítimo SAD, ao Atlético Mineiro e ao empresário do jogador, oferecendo mais 230 mil euros que a proposta do Futebol Clube do Porto, nos mesmos moldes de pagamento (4 transferências) sendo que a primeira seria a 15 de Fevereiro de 2011 e a última em Junho de 2012, contrariando as declarações de Kelil que afirmava ter recebido uma proposta de pagamento a começar no mês de Dezembro de 2012. Mentira.

Depois do Sporting ter chegado a acordo com o jogador e do Atlético Mineiro ter rejeitado a oferta leonina e o seu presidente ter considerado publicamente a proposta como ridícula, eis que o Marítimo SAD acaba de publicar no site oficial as duas propostas de transferência enviadas por Sporting e Porto, justificando assim uma proposta mais vantajosa por parte do Sporting Clube de Portugal.

Sendo o jogador propriedade do Atlético Mineiro e da SAD Maritimista, sendo o jogador livre de assinar contrato com qualquer equipa que pague o preço mais alto pela compra dos seus direitos desportivos porque é que Kléber não assinou pelo Sporting?

A SAD do Marítimo no referido comunicado vai longe e afirma a possibilidade de existência de um saco azul na proposta do Porto ao Atlético Mineiro…. Confirmados estes dados, as instâncias desportivas e autoridades judiciais competentes devem imediatamente investigar este caso e punir a Porto SAD e o Atlético Mineiro por mais uma página vergonhosa protagonizada pelo Futebol Clube do Porto no futebol português.

Se o Porto queria o jogador porque é que ainda não chegou a entendimento com a Marítimo e por outro lado não deixa que outros clubes tentem contratar o jogador?

Será Alexandre Kelil homem para vir a público emendar as suas  declarações ridículas e explicar a verdade ao grande público?

A polémica continuará nos próximos dias, tendo o Sporting consciência que a FC Porto SAD e o Atlético Mineiro lesaram o clube tanto a nível desportivo como a nível institucional…

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , ,

Classe

“Se há coisa que me agrada é jogar sempre depois dos outros, porque assim eles ficam felizes e efusivos por estarem só a 5 pontos durante 24 horas. Depois a jornada acaba sempre com uma vitória nossa, ficamos satisfeitos e novamente com 8 pontos de vantagem, enquanto damos aos adversários a satisfação de terem ficado somente a 5.”

“O Benfica tem a sorte de ter um grande treinador. Se o Jorge Jesus não fosse um homem com personalidade e que sabe o que está a fazer, se calhar já tinham recambiado o Roberto. Ninguém terá a coragem em tocar no Jorge Jesus, se é que pensam fazê-lo, porque toda a gente sabe que é um grande treinador.”

““Não tenho tempo para quezílias, converso com quem tenho de conversar e deixo os restantes a falarem sozinhos. Mas não estou preocupado, visto que o futebol português tem muitos iluminados e ‘experts’ e eu sou apenas o presidente do FC Porto e só tenho tempo para questões do clube. Nos programas semanais de desporto, nem sei como cabe tanta inteligência em ecrãs tão pequenos.”

Fonte: Jornal Record e Rádio Renascença

Se é para provocar o rival, provoca-se com classe. Sem fanfarronices nem folclores baratos.

Pinto da Costa continua a mostrar-se um exemplo de classe sempre que é preciso falar à Comunicação Social. Ao contrário de outros, o segredo do Presidente do Porto é o extremo zelo pela organização interna do clube. O modelo organizativo interno do clube dá o equilíbrio que é necessário para vencer a jogadores e equipa técnica – num clube onde os jogadores trabalham com serenidade, as vitórias acabam por aparecer.

Exceptuando o facto de muito ter rolado na justiça sobre os “pressupostos” métodos utilizados pelo Presidente, Pinto da Costa é um exemplo para todos os dirigentes desportivos. Na intransigente defesa dos interesses do seu clube. Bem que gostaria que o meu clube tivesse um presidente assim. Pode não ser o homem mais amado deste Portugal e de facto não o é. O que é certo é que até o maior inimigo lhe guarda uma enorme distância. De respeito.


Com as etiquetas , , , , , , , , ,