Tag Archives: Optimus Primavera Sounds Porto

parolos

Thom Yorke e os irmãos Greenwood andaram uma década a gozar com o povo português.

Andaram literalmente a encher o cú de ilusões ano após ano aos Portugueses numa eventual presença em Portugal e agora, aparecem do nada para actuar no Festival mais medíocre que existe neste país.

Agora reaparecem sorridentes. Na pior merda de festival que existe em Portugal. Os tolinhos, sim, aqueles que só gostam de Radiohead porque se fartam de cantar a “Creep” no caminho de casa para o trabalho, já andam todos doidos a dizer que não podem faltar ao concerto – só para ouvir a “Creep” está claro. Eu cá afirmo-o já: não vou ver Radiohead ao Alive nem que me paguem. E os Radiohead para mim são sagrados.

Não vou porque desde já jurei que nunca ia meter os pés no Alive. Não vou trocar o Optimus Primavera Sound do Porto e Paredes de Coura, nem que ao Alive venham os Radiohead e uma banda composta pelo Papa Bento XVI, Mick Jagger, Paul McCartney, Madonna e a Chicholina.

Não vou porque não vou estar hora e meia a ouvir o King of the Limbs e o InRainbows.

Não vou porque sou capaz de dar umas porradas a todos os posers que começarem a cantar a “Creep” ao meu lado.

Não vou porque o Thom Yorke começa-me a meter fastio.

Este filme já é antigo. Lembra-me o filme dos Pearl Jam em Portugal. Durante anos cagaram por completo no país da Europa com mais ratio de fans em proporção à população existente e de um momento para o outro lembraram-se que existimos e começaram a vir cá todos os anos.Daí que toda a gente adore o Eddie Vedder e eu, apesar de não esconder que adorava os Pearl Jam na minha adolescência já nem o suporto ouvir.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Optimus Primavera Sound Porto

Bjork, Neon Indiana, Jeff Mangum (guitarrista dos Neutral Milk Hotel) Codeine, Other Lives e Yo La Tengo os primeiros nomes confirmados. Só pelos Yo La Tengo, já vale o meu bilhete.

Com as etiquetas , , , , ,