Tag Archives: Novo Acordo Ortográfico

Nem os Angolanos querem o novo acordo ortográfico

Só nós é que caímos na esparrela.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , ,

Deturpação linguística?

” Twittar, Googlar, ebook, biocombustivel, parentalidade, audiolivro” entre outros 6 mil termos do “brasileirismo” e das culturas lusófonas como “lanchonete, café-da-manhã, brabeza ou morabeza, canimambo e palmeira-de-andim” são hoje palavras que fazem parte do Grande Dicionário da Língua Portuguesa. Aquele dicionário que venderá em toda a lusofonia, excepto no seio do povo que originou a língua Portuguesa.

Como se não bastasse o facto de nos obrigarem a escrever como os Brasileiros, ainda temos que dar de caras nos dicionários com termos que nunca disseram respeito à língua Portuguesa, como os termos vindos por exemplo do Crioulo Cabo-Verdiano que ainda não tem a sua escrita totalmente padronizada.

Quanto aos neologismos inseridos no Grande Dicionário, estes não passam de termos inventados pelas novas gerações, graças à evolução da World Wide Web e das novas invenções ao nível científico. Muito embora estes termos já sejam utilizados com alguma frequência nas conversas entre as pessoas das novas gerações, creio que no fim de contas, a Língua Portuguesa (como a conhecemos) sai completamente “enrabada” da situação.

Um povo teve a inteligência de criar uma língua que perdura durante séculos. Actualmente, esse povo parece estar completamente submetido “à linguagem utilizada” por aqueles que outrora foram educados segundo o nosso padrão linguístico.

O Novo Acordo Ortográfico – Uma ainda se tolera. Considero-me livre de escrever em Português da maneira que melhor sei, da maneira pela qual fui ensinado. Agora duas (inserção de novos neologismos bacocos) é algo ridículo que cada vez mais me cria surpresa…

Com as etiquetas , , , , , , ,