Tag Archives: Metronomy

Melhores álbuns do ano

O Entre o Nada e o Infinito elege como melhores álbuns do ano 2011, sem a lista ter necessariamente uma ordem de gosto ou preferência:

1 – Bon Iver — “Bon Iver” – (Jagjaguwar Records\Estados Unidos da América)
2- Sérgio Godinho – “Mútuo Consentimento” – (Universal\Portugal)
3- James Blake – “James Blake” – (R&S Records, ATLAS / A&M, Universal Republic Records\Reino Unido)
4- Cults — “Cults” – (Columbia Records\Estados Unidos da América)
5- Destroyer — “Kaputt” (Merge\Canadá)
6- Elbow — “Build a Rocket Boys” — (Fiction Records\Reino Unido)
7- B-Fachada — “Deus Pátria e Família (Portugal)
8- FM Belfast — “Dont Want to sleep” – (Islândia)
9- Kurt Vile — “Smoke Ring for my Halo” – (Matador Records\Estados Unidos da América)
10- Metronomy — “The English Riviera” — (Because Music\Reino Unido)
11- Smith Westerns — “Dye it blonde” — (Fat Possum Records\Estados Unidos da América)
12- The Black Keys — “El Camiño” — (Nonesuch Records\Estados Unidos da América)
13- The Fields — “Looping State of Mind”
14- The Vaccines — “What did you expect from the Vaccines” — (Columbia Records\Reino Unido)
15- Toro Y Moi — “Underneath the Pine” — (Carpark\Estados Unidos da América)
16- Wild Beasts — “Smother” — (Domino Records\Reino Unido)
17- Real Estate — “Days” — (Domino Records\Estados Unidos da América)
18- Bombay Bicicle Club — “A Different Kind of Fix” — (Reino Unido)
19- The weekend — “House of Baloons” — (Reino Unido)
20- Neon Indian — “Era estraña” — (Fader, Static Tongues, Lefse Records, Arts & Crafts México\Estados Unidos da América\México)
21- Cut Copy — “Zonoscope” — (Modular Recordings\Austrália)
22- Girls — “Father, Son, Wholy Ghost” — (Estados Unidos da América)

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Metronomy – Holiday

Metronomy — “Holiday” — Álbum: Nights Out (2008)

Com as etiquetas , , ,

Paredes de Coura (1)

Estrela pop no meio de rockeiros, Marina and the Diamonds foi uma escolha ganha pela organização de Paredes de Coura, mesmo com a antemão de anteceder ao concerto dos Metronomy.

Marina, metade grega, metade britânica, entrou em palco com uma energia fenomenal e sacou da excelente voz que possuí para cantar o repertório que possuí graças a 1 álbum e 3 EP´s já editados. A jogar quase em casa graças ao cheio e animado anfiteatro de Paredes de Coura, Marina não se coibia em fazer algumas poses bizarras durante a rodagem dos temas da sua jovem carreira.

Destacou-se pela positiva. A partir do clique neste video de youtube poderão ver todo o concerto em Paredes de Coura

Com as etiquetas , , , , , ,

Pdc ´11

Grandes concertos, grande ambiente, grande espírito de entreajuda, grandes conhecimentos, grandes amizades, grandes e sinceras conversas, grandes momentos de descanso e diversão, grandes momentos de humor…

Ano após ano, voltamos ao mesmo sítio. No final, saímos sempre com um sorriso estampado no rosto. Tenho a certeza que se pudessemos, ficavamos pelo menos um mês no mesmo ritmo destes últimos 6 dias. 

Ao nível de concertos, pela positiva Deerhunter, Pulp, Twin Shadow,  Metronomy, Kurt Vile, Two Door Cinema Club, Warpaint, Blonde Redhead, Omar Souleyman, Trail of Dead, Crystal Stilts, Battles, Kings of Convenience, Linda Martini e Marina & the Diamonds e Mogwai.

Pela negativa, Crystal Castles (o péssimo som do palco after-hours prejudicou claramente a qualidade do concerto), Wild Beasts (expectativas goradas) e os cancelamentos dos concertos de Foster The People e Jamaica sem que a organização tivesse capacidade de responder a curto prazo com bandasartistas de relevo. 

Para finalizar, queria dedicar este pequeno post (terá desenvolvimento nos próximos dias) a este conjunto de pessoas: Tiago Faísca, Ricardo Faísca, Ricardo “BatmanHaircut” Flores, Ana, Patrícia, Joana, Inês, Quim, Nuno Miranda (e respectiva cambada) Luzio (este festival é o melhor de sempre pá) Pedro “Chuck” Nora, Johnny Gil, Quim, António Sérgio (pela conversa franca que tivemos esta madrugada) e à miúda de Leiria cujo nome nunca cheguei a obter mas cuja boa-vontade me livrou de me ter afogado no Coura com o barco de borracha que o chinês não quis regatear connosco!

Sem vocês, Paredes de Coura não seria a mesma coisa! Obrigado! Pró ano voltaremos!

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Pausa

O Entre o Nada e o Infinito interrompe a postagem até segunda-feira. Pelo meio, encontramo-nos na Praia Fluvial do Tabuão para mais uma edição do Festival Paredes de Coura. No meio de tanta crise, ainda conseguimos arranjar maneira para 6 dias de descanso e muita musica de qualidade.

Na simpática vila minhota, estaremos atentos aos concertos de Black Bombain, Crystal Castles, Wild Beasts, Pulp, Blonde Redhead, Warpaint, Crystal Stilts, Twin Shadow (infelizmente We Trust coincide no mesmo período no palco secundário) Kings of Convenience, Deerhunter, Battles, Chappel Club, Jamaica, You Can´t Win Charlie Brown, Metronomy, Death From Abovo 1979, Mogwai, Two Door Cinema Club, Linda Martini, Kurt Vile (isto se não colocarem uma banda interessante para o lugar de Foster The People) Peixe:Avião e Orelha Negra.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Metronomy – The Look

Metronomy — “The Look” — Álbum: The English Riviera (2011)

Para já devo considerar The English Riviera como o álbum que me bateu mais fundo neste ano de 2011. Pode não ser o melhor feito até agora neste ano civil, mas ganha em mim o destaque de ter sido o que me despertou mais boas sensações. E depois do fantástico “Nights Out” de 2008 e da expectativa que se gerou como seria o próximo álbum da banda Britânica, os Metronomy sairam-se bastante bem e conseguiram fazer um excelente álbum, mudando em alguns aspectos os trilhos sonoros apresentados no seu álbum de estreia. Se incluir The English Riviera no todo que já foi feito pelos Metronomy, posso dizer que a qualidade aumentou.

O instrumental desta faixa é absolutamente maravilhoso.

A ter em conta dentro de alguns dias em palco na Praia Fluvial do Tabuão. É claro que também espero que toquem esta, pertencente a “Nights Out”:


Com as etiquetas , , , , ,

Metronomy – The Bay

Metronomy — “The Bay” — The English Riviera (2011)

Os Metronomy passam pelo palco da Praia Fluvial do Tabuão no próximo dia 18 de Agosto na edição deste ano do Festival Paredes de Coura.

Com as etiquetas , , ,

Paredes de Coura nos 10 melhores da Europa

Segundo um blog de música Espanhol.

Relembro que a edição deste ano decorre entre 17 e 20 de Agosto na Praia Fluvial do Tabuão em Paredes de Coura, tendo um cartaz de luxo onde se destacam Pulp, Mogwai, Two Door Cinema Club, Deerhunter, No Age, Metronomy, Crystal Castles, Crystal Stilts, Blonde Redhead, Twin Shadow, Death From Above 1969, Warpaint, Esben & The Witch, Marina & the Diamonds, entre outros.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Das Belas Covers de Álbuns (5)

Metronomy — Wonders Promo CD (2005)

“Love song for a Dog”

Com as etiquetas , ,

Paredes de Coura (1)

Metronomy — “A thing for me” – Nights out (2008)

Primeiro nome confirmado para as margens do Tabuão. Actuam a 19 de Agosto.

Um primeiro nome em cheio.



Com as etiquetas , , ,

O amor é fodido

Metronomy — Heartbraker — Nights out (2008)

“i heard she broke your heart again
i heard she broke your heart
well that girl’s a heartbreaker”

Com as etiquetas , , , , ,