Tag Archives: Lorenzo Crisetig

em White Hart Lane

Verthonghen

Que lição de futebol de AVB em White Hart Lane esta noite. Não é que o Inter ande a jogar muito nos dias que correm porque não anda. No entanto não há que esquecer que os nerazurri estão em profunda remodelação de plantel e miúdos como Mbaye Ibrahima, Juan Jesus, Matías Schelotto, Joel Obi, Marco Benassi, Lorenzo Crisetig, Matteo Columbi, Matteo Kovacic, Niccolo Belloni e Marko Livaja tem carímbo de qualidade para dar frutos no futuro. É certo, porém, que em fases de renovação de plantel (e pouco dinheiro) existem uns erros de casting, casos de Zdravko Kuzmanovic, Tommaso Rocchi e Gaby Mudingayi, jogadores cuja contratação por parte do Inter não tem, a meu ver, justificação plausível que não a falta de dinheiro para objectivos maiores. Daí o facto do Inter se estar a ver à rasca para conseguir um lugar que lhe dê a Champions neste ano.

Futebol total. Villas-Boas mudou a receita em relação ao Porto. Não tinha como não mudar. Do futebol de contenção apanhou um Tottenham que só sabe atacar e bem. O jogo de hoje foi mais uma demonstração de força do meio-campo e do ataque dos Spurs, conseguido em muito por uma solidez defensiva, coisa rara nos dias que correm na equipa de Londres, tendo em comparação o período Redkanapp. A política de contratação do clube, baseada na filosofia de ataque que a direcção de Daniel Levy incutiu no clube na última década assim o obriga, mas o futebol de hoje também obriga a que os clubes que gostam de atacar tenham solidez defensiva, coisa que o Tottenham de Redknapp não o teve, um pouco graças ao parco reforço das sucessivas defesas do clube. O paradigma tem vindo a mudar no clube do Norte de Londres com a contratação de Jan Vertonghen (na imagem) e a consolidação de Kyle Walker e Benoit Assou-Ekotto como 2 dos melhores laterais do mundo. Do mundo, sim. Contudo, falta mais qualquer coisinha. Gosto de Michael Dawson e Bougherra. São centrais super agressivos mas comprometem variadíssimas vezes. Vertonghen, pelo contrário, é agressivo mas ao mesmo tempo elegante. Tem um toque de bola excepcional, raro até, para central. Ganha pontos pelo facto de ser muito versátil: joga bem a central, a lateral-esquerdo e a trinco. Em conjunto com o seu compatriota Moussa Dembéle, não destoa em nada desta prodigiosa geração Belga.

O meio-campo de Villas-Boas é simplesmente prodigioso e isso viu-se hoje. Três esteios defensivos fortíssimos: Sandro, Parker e Huddlestone. É nele que reside o equilíbrio defensivo da equipa. Principalmente em Scott Parker, um todo-o-terreno disposto a tudo: a desarmar, a construir e a driblar se for preciso. Sigurdsson mais à frente encaixa bem mas ainda deixa recordações de Modric. O Islandês enche bem o pé de longe mas está longe do brilho, da magia e do toque de bola do internacional croata agora jogador do Real. Mais perto está Lewis Holtby, alemão contratado em Janeiro em Schalke 04 que hoje entrou para dar o toque de misericórdia à turma de Stramaccioni que, diga-se de passagem, andou moribunda em Londres. Creio que se AVB pudesse dispor do croata e de um central igual a Vertonghen, estaria hoje calmamente a ombrear com os clubes de Manchester pelo título. Nas alas, Bale e Lennon. Lennon gera o 2º golo desta noite numa das suas arrancadas gigantes com Álvaro Pereira a ver passar a banda. Bale oscilou entre a esquerda, a direita e o centro. O Galês já evoluiu de lateral-esquerdo para extremo. No final da era Redknapp já jogava na direita e a 10. Com AVB é cada vez mais 10 que outra coisa e está a tornar-se um caso sério no futebol mundial. Na frente, sempre bem fornecido pelos extremos, o ressuscitado Defoe pôs definitivamente a cabeça em água a Andrea Rannochia e Christian Chivu. Pelo meio, no ataque dos Spurs ainda existem Emmanuel Adebayor, Moussa Dembéle e Clint Dempsey, ou seja, um conjunto de soluções para todos os gostos, soluções essas que Redknapp não dispôs nos anos em que esteve no clube.

Nesta ronda de jogos houve resultados que me surpreenderam. A vitória do Basileia frente ao Zenit. Dragovic, Cabral, Zoua, Xhaqa, Streller e companhia continuam a surpreender a europa. Tinha o Zenit como favorito à vitória na competição, o Atlético como segundo, o Tottenham como 3º. Mudo as apostas para Londres. A vitória categórica do Steaua contra o Chelsea e o empate do Newcastle na Rússia no terreno do perigoso Anzhi antevêem dois bons jogos para a semana. Papiss Cissé é daqueles avançados ao qual não se deve dar um milímetro de área. O mesmo acontece com o seu antigo colega de ataque nos Magpies (Demba Ba; agora no Chelsea) se bem que este último ainda não se adaptou ao futebol da equipa de Stamford Bridge, futebol esse que é bem diferente do chutão longo que se pratica no Norte.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

futeboladas

http://videa.hu/flvplayer.swf?v=XMdRCenlOorckEiy

Duelo de Liverpool em Goodison Park. O Everton de David Moyes não está a ter um início de campeonato famoso (apenas 7 pontos em 7 jornadas; 13º lugar) e nesta partida não resistiu à maior pressão ofensiva do ataque do rival nos minutos finais, tendo os “Reds” de Dalglish somado a 4ª vitória no campeonato à conta de dois golos dos homens da frente: Carroll aos 71″ e Luis Suarez aos 82″.

O jogo fica marcado pela expulsão por vermelho directo de Jack Rodwell logo aos 23″.
O Liverpool é 4º com 13 pontos, a 6 do Manchester United.

http://videa.hu/flvplayer.swf?v=eZYi1pATgxrhSC8G

Luis Enrique viu momentaneamente dissipada a pressão com que se tem deparado no início da aventura como treinador na Roma. Depois de alguns resultados menos conseguidos, o técnico espanhol viu a sua equipa bater sem espinhas a Atalanta por 3-1. Numa primeira parte totalmente dominada pelos Romanos, Bojan Krkic inaugurou aos marcados aos 20″ (estreia a marcar pela Roma) e o argentino Pablo Osvaldo ampliou o marcador aos 31″. Pelo meio tanto Osvaldo como Daniele De Rossi tiveram situações que podiam ter dado toques de goleada em plena primeira parte.

Na 2ª parte, German Denis (emprestado pelo Nápoles) ainda animou a partida para os homens do lado de Bérgamo (começaram com 6 pontos negativos; caso tivessem começado com 0 seriam 2ºs com 10) mas Fábio Simplício acabaria por matar o jogo aos 81″.

A Roma é 6º com 8 pontos.

http://video.rutube.ru/7cf2d4dc0374473772eca40c49690eda

Em Espanha, Villareal e Saragoça enfrentaram-se no El Madrigal…
A posição das duas equipas não é a mais famosa. O Villareal está longe dos lugares cimeiros. Já o Saragoça de Postiga e Ruben Micael tem sofrido de alguma malapata neste início de época com vários golos mal anulados pelas arbitragens dos seus jogos (Postiga teve três golos anulados desde que chegou a Saragoça, 2 deles mal anulados). Ambas as equipas tem 6 pontos.

Para a retina, este jogo teve um momento de excepção: após o arbitro ter assinalado uma grande penalidade a favor da equipa da casa, Giuseppe Rossi resolveu fazer uma “excessiva e demorada” paradinha, contrariando as regras impostas para este tipo de movimento. Mesmo tendo marcado, o arbitro decidiu anular o golo do italiano e na resposta, Rossi decidiu fazer um penalty à panenka para o centro da baliza, tendo a bola embatido na mesma para revolta de Roberto e ironia de Rossi que de imediato correu em direcção ao arbitro num gesto de provocação, com a mão sobre o ouvido em clara indicação “que à 2ª não tinha ouvido o apito”.

http://videa.hu/flvplayer.swf?v=rmnKWui1VskDv9Xd

No Giuseppe Meazza, Ranieri estreou-se em casa com uma derrota copiosa frente ao fabuloso Nápoles. Denota-se que o técnico italiano terá que pedir muitos reforços em Dezembro à direcção. O Inter parece-me um colectivo que sofre vários desiqulíbrios: tanto ao nível posicional (certas posições não tem soluções credíveis; a posição de defesa e médio esquerdo, um 3º central de qualidade; um playmaker que possa ser substituto de Sneijder em caso de lesão, um ala direito) como até no simples pormenor das idades do plantel. Por um lado o Inter tem muitos jogadores experientes mas esses jogadores (Cambiasso, Zanetti, Stankovic, Milito) já não tem pernas para jogar 2 vezes por semana; por outro lado as soluções são compostas por jovens talentosos, mas, com muito pouca experiência a este nível (Joel Obi, Lorenzo Crisetig, Ricky Alvarez, Nagatomo, Jonathan, Phillipe Coutinho) e a acusar em muito o peso da camisola que envergam.

Foi precisamente Joel Obi um dos motivos que “construiu” esta humilhação caseira. O Nigeriano apanhou dois amarelos em 41″ e em duas acções faltosas inconsequentes não só diminuiu a força de ataque da sua equipa como a remeteu à defesa frente a uma equipa poderosa como é o Nápoles.
Os Napolitanos, motivados pela vitória europeia a meio da semana contra o Villareal para a Champions, mostraram todo o seu potencial em Milão e golearam por 3-0 com golos de Hamsik, Maggio e Campagnaro. O eslovaco provou que é actualmente um dos melhores playmakers do futebol mundial e o ala fez o que quis de Joel Obi e companhia e aproveitou mais a situação quando o Nigeriano foi expulso. Isto tudo sem Edinson Cavani em campo…

O Inter é 17º com 4 pontos (está a 7 dos líderes Udinese e Juventus) enquanto o Nápoles é 4º com 10 pontos. Os Napolitanos, pelo potencial que apresentam, poderão novamente surpreender este ano.

http://videa.hu/flvplayer.swf?v=wGMVh9ogR5jeammH

Época frustrante em Bordéus. Mais uma vez, a equipa da casa teve tudo para vencer e acabou por se deixar empatar. Desta vez foi contra o Montpellier, nos últimos 2 minutos de jogo.

Os Girondinos estão num modestíssimo 14º lugar com 8 pontos em 9 jorMnadas.

http://videa.hu/flvplayer.swf?v=uQYRUR1tpcBAmTbS

Em Málaga, os novos ricos de Espanha continuam a dar por bem empregue o investimento. O El Romareda está praticamente cheio e traz rentabilidade ao investimento do clube. Dentro do campo, a equipa de Manuel Pellegrini ganha mas ainda não convence. Os Malaguenhos são 4ºs da liga espanhola. No sábado venceram o Getafe por 3-2, tendo estado a perder até aos últimos minutos. Vale bem a pena ver a super bicicleta de Júlio Baptista, obra de arte que ditou a vitória para o Málaga no último minuto de uma partida marcada pela péssima decisão da arbitragem em validar o 2º golo do Getafe ao Venezuelano Micu depois deste jogar claramente a bola com o braço.

Duelo de Bascos no Anoeta em San Sebastian. No clássico regional, o Athletic levou a melhor com dois golos de Llorente. Para a retina fica o golo monumental do internacional espanhol sub-21 Iñigo Martinez de trás da linha do meio-campo.

Duelo quente em Moscovo. O Zenit viajou à capital para enfrentar um dos muitos inimigos moscovitas à renovação do título de campeão russo. A viagem dos adeptos do clube do norte da Rússia ficou marcado por confrontos que levaram alguns adeptos ao hospital.

Dentro de campo, o Zenit aguentou a liderança, conseguindo um ponto muito precioso para a renovação do título após o empate a 2 bolas. O CSKA que é 2º empatou a 0 no terreno do Kuban e o Dinamo venceu em casa o Krasnodar por 2-1 e colocou a 3 pontos da equipa de São Petersburgo. Lokomotiv e Spartak (ambas a 7 pontos) ainda sonham com o título mas essa realidade está muito difícil, visto que só faltam 4 jornadas para terminar o campeonato.

O Zenit recebe o Dinamo de Moscovo na próxima jornada.

http://video.rutube.ru/d4628a287b84447cfa9f11ce21569103

Quem diria que à 6ª jornada da Liga Espanhola o líder seria o Levante?

A modesta equipa de Valência lidera com 14 pontos em conjunto com Barça e Real. E não se escapa de já ter conseguido 13 dos pontos necessários para a manutenção em 6 jornadas.

http://video.rutube.ru/d4628a287b84447cfa9f11ce21569103

Em mais um clássico de clubes londrinos, o Fulham esmagou o Queens Park Rangers por 6-0 num resultado nada vulgar na Premier League. O experiente ponta-de-lança Andrew Johnson marcou um hat-trick.

http://video.rutube.ru/f56472ef62b2a356f435d1ee325aed04

Grande momento de futebol em White Hart Lane noutro dos derbys de Londres marcados para este fim-de-semana.
Não deu para Wenger comemorar os 15 anos enquanto treinador do Arsenal. O Francês viu a sua equipa fazer um excelente jogo frente um Tottenham que está claramente em ascenção e viu Sceszny dar um frango monumental a remate de Ian Walker na 2ª parte. Do lado dos Spurs, Van der Vaart abriu o marcador na primeira parte e em conjunto com Scott Parker (incansável) e Gareth Bale fizeram uma joga de todos os tamanhos para o conjunto do norte de londres.

http://videa.hu/flvplayer.swf?v=3M81ChHSYuPYXrm1

Em Hamburgo, o Schalke 04 aproveitou da melhor forma o empate do Bayern em Hoffenheim no sábado e ascendeu à 4ª posição (a 4 pontos do bávaros) depois de bater a equipa local por 2-1.
Klaas-Jan Huntelaar marcou os 2 golos do Schalke.

O Hamburgo de Petric, Guerrero e Westermann continua a fazer um início de época desolador, estando na última posição com apenas 4 pontos.

http://videa.hu/flvplayer.swf?v=3M81ChHSYuPYXrm1

Em Turim, os da casa foram persistentes e aos 87″ conseguiram colocar-se em vantagem frente ao campeão em título Milan.

O centrocampista Claudio Marchisio marcou os dois golos que colocaram o Dell´Alpi ao rubro e deram a liderança partilhada com a Udinese à equipa de Turim.

http://videa.hu/flvplayer.swf?v=csVB4ktXg2e96IRm

“The Pastore Show” fez estragos ao Olympique de Lyon e colocou o PSG isolado no primeiro lugar da Ligue 1.

Pastore é aquele génio da bola que qualquer mister queria ter lá na equipa.

http://videa.hu/flvplayer.swf?v=TV3Xaq7R5uWRyym2

Para finalizar, o Real… A classe de Ronaldo, o “killer instinct” de Higuaín e a gratidão de Callejón no pedido de desculpas aos adeptos da sua antiga equipa.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,