Tag Archives: liberdade de expressão

Já que estamos numa de dar com a língua nos dentes…

Creio que é tempo de informar o público, do que se passou numa reunião de plenário da Secção de Direitos Humanos da Associação Académica de Coimbra.

Depois do plenário em que fui expulso pelo Presidente da referida secção, cujo relato pessoal dos acontecimentos podem ver aqui foi realizado um novo plenário da secção 2 dias depois.

Nesse plenário, não estive presente. No entanto, o meu nome fez-se ecoar entre os sócios da referida secção através de uma circular que foi lida pelo Presidente da referida secção. Não estive presente, mas tenho testemunhas que relatam o facto.

Essa circular, patrocinada pela actual Direcção-Geral em concluio com o actual Conselho Fiscal (que sabe de tudo no que a mim diz respeito!) fazia relatar entre os sócios da SDDH que devido ao post que acima linkei, o meu nome estava marcado “a marcador vermelho” dentro da Direcção-Geral. Tal facto, enunciava uma espécie de proibição à minha pessoa de expressar livremente as minhas críticas à Associação Académica de Coimbra, sob o risco de me ser instaurado um processo disciplinar no Conselho Fiscal.

No entanto, essa circular fez denegrir a minha imagem nos presentes, sem que eu, João Carlos Rodrigues Branco, estivesse presente para defender a minha posição em relação aos assuntos da referida secção enquanto sócio, num acto de uma mesquinhez tremenda.

Numa casa que defendeu durante tantas décadas a liberdade e tomando em conta o facto que é uma Secção cujo objectivo máximo e intransigente cinge-se em defender os direitos humanos, não só não tive direito a defender a minha posição como me foi tentada a proibição de escrever sobre o que me indigna num espaço que é meu (este blog) e que é assinado pelo meu nome.

Dito isto e para que conclua a minha verosímel crítica, só tenho a dizer “venha esse processo disciplinar” porque por mais que me tentem cortar a palavra, eu não vou calar a minha crítica. Vivo num país em que posso expressar livremente as minhas ideias, opiniões e sobretudo a minha indignação perante coisas com as quais não compactuo.

Espero também que ninguém ouse nos próximos dias, fazer-me qualquer tipo de ameaça verbal, escrita ou física, pois já tenho tudo lavrado para discorrer às autoridades públicas, caso seja necessário.

Com as etiquetas , , , ,

Desabafo

Para quando é que as empresas que gerem a blogosfera vão começar a criar mecanismos que obriguem a que todos os utilizadores sejam obrigados a estarem devidamente identificados para poderem comentar um blog?

Eu sei que há mecanismos que restringem a possibilidade de comentário aqueles que não se identificarem, mas nessa questão, também deve ser dito que qualquer utilizador poderá passar essa barreira assinando sobre pseudónimo e deixando uma conta de email que não lhe pertence. Um truque fácil e eficaz para ir para os blogs A, B ou C insultar as pessoas, sempre de forma encapotada e cobarde.

Também há a opção de rejeitar comentários. Nesse cenário, as pessoas em causa vem-se logo queixar que o administrador do sitio não está de acordo com a liberdade de expressão neste país. Mas o exercício da liberdade expressão neste país também requer que as pessoas sejam responsáveis pelos seus actos e comportamentos. Se o administrador não fizer censura, corre o risco de levar com comentários extremamente abusivos. Pior que isso, corre o risco de não poder identificar a pessoa em causa de modo a poder recorrer à justiça se as coisas tomarem proporções puníveis pela lei.

Por isso é que eu defendo e aprecio os blogs cujos autores se identificam. Aprecio mais os blogs onde aqueles que comentam habitualmente criam um registo e fazem-no dando conta da sua identificação. Porque só assim, pode ser cumprido um dos objectivos máximos da blogosfera: a promoção da partilha saudável de ideias entre as pessoas, sem que pelo meio, haja alguém que provoque ou insulte e passe impune por tal acto de cobardia.

Com as etiquetas , ,