Tag Archives: Legendary Tigerman

:)

coimbra

Das cenas mais engraçadas que vi nos últimos tempos. As bandas históricas da cidade de Coimbra neste gráfico de ligações.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , ,

Paredes de Coura (5)

Atlas, Mirrored, Tonto,  um baterista de grande classe, espelhos, uma variedade interessante de instrumentos e muita, muita entrega em palco.

São as short-keys do concerto dos Battles.

1. Atlas. O mais divertido tema dos Battles foi o último tema a ser tocado. Sem grandes euforias, fez abanar a cabeça às centenas pessoas que se espalhavam na relva da praia fluvial do tabuão à espera de outros nomes mais aguardados na npite de festival em questão como Deerhunter, Kings of Convenience, Marina and the Diamonds e Metronomy, estes últimos a actuar no palco after-hours.

2. Mirrored e os espelhos. O álbum dos Battles, datado de 2007, é de uma qualidade assombrosa. Em concerto (como já tinha visto com Legendary Tigerman) o quarteto nova-iorquino (em Coura apresentou-se apenas como trio) constituído por Ian Williams, John Stanier, Dave Konopka e Tyiondai Braxton optou pela utilização de um grande espelho com projecção de imagem onde apareceram “in-loco” as colaborações vocais que a banda utilizou na sua obra.

3. Um baterista de imensa qualidade. Agradeço a info que o Pedro Nora me deu, algumas horas depois do concerto. John Stanier tem um talento incrível. Daí que já tenha sido baterista dos Helmet e ainda seja membro dos Tomahawk, um dos muitos projectos de Mike Patton (Faith No More). Banda que já chegou no passado a actuar algumas vezes entre nós.

4. Uma variedade de instrumentos muito grande e muita entrega em palco. Conhecia o trabalho de estúdio dos Battles. Com o concerto em Coura fiquei absolutamente fã desta banda nova-iorquina. Daí que espere que com alguma ansiedade o próximo trabalho.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , ,

Nova música portuguesa

Sean Riley & the Slowriders — “This Woman” — Álbum: Farewell (2007)

Os Conimbricenses são definitivamente para mim um dos mais interessantes projectos do novo século da nova música portuguesa em conjunto com os Linda Martini, PAUS, Legendary TigermanWraygunn, NAD, Toques do Caramulo, Danças Ocultas e My Tie (que infelizmente nunca mais lançaram nada).

Por falar em Linda Martini, vale bem a pena ouvir este hino à la Sonic Youth:

Linda Martini — “Juventude Sónica” – Álbum: Casa Ocupada (2011)

Aproveito também para deixar aqui, a faixa que mais me impressionou do álbum de estreia dos NAD (demorou mas o resultado é bastante aceitável):

NAD — “Motivação” ft Twism e ArtofGhetto — Álbum: Tá Feito (2011)

Aproveito para deixar o recado ao Zim, que também gostaria de ver a “Nódoa” neste álbum. Seria espectacular, pelo êxito regional que a malha causou há uns anos atrás.

Para finalizar, deixo a informação que os meus conterrâneos Toques do Caramulo actuam no Teatro da Luz em Lisboa (entrada gratuita) na próxima quinta-feira dia 2 de Junho num concerto que será gravado em directo para a Antena 1 através do programa “Viva a Música”

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Amanhã (Parte II)

Legendary Tigerman ft Maria de Medeiros: “These boots are made for walking” (Nancy Sinatra cover) — Fémina (2009)

Hoje (sexta-feira) pelas 21.30 no Cine-Teatro São Pedro.

Incluído nas Sextas-Feiras Culturais da Câmara Municipal de Águeda.

Com as etiquetas , , , , , , , ,

Amanhã


Paulo Furtado (Legendary Tigerman) sobe ao palco do Cine-Teatro São Pedro em Águeda pelas 21 e 30 no âmbito das “Sextas-Feiras Culturais”.

O seu último álbum (Fémina) estará obviamente em destaque.

Os bilhetes custam 5 euros a quem os adquirir hoje no Fórum da Juventude, Biblioteca Municipal Manuel Alegre, Câmara Municipal de Águeda (posto da cultura), Piscinas Municipais e na bilheteira do Cine-Teatro ou 10 euros amanhã.

Recomendo.

Com as etiquetas , , , , , , , ,