Tag Archives: homossexualidade

nem sei o que comentar

Robbie Rogers, internacional Norte-Americano de 25 anos, jogador do Stevenage da League One (3ª inglesa) abandonou a carreira futebolistica depois de ter revelado no seu blog a sua homossexualidade.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , ,

maravilhosa ignorância

Se para Ahmadinejad “apoiar a homossexualidade é assunto de capitalismo”, para mim, o facto da CNN ainda ter o displante de colocar um dos seus melhores jornalistas a entrevistar alguém que sempre que abre a boca só diz asneiras é coisa de 3º mundismo. Todos sabíamos que o presidente Iraniano já tinha afirmado uma vez no Brasil que o seu país não tinha homossexuais. Pois não. Pelo menos assumidos, creio que não deve haver nenhum. Na moldura penal Iraniana, a homossexualidade é punida com a forca. Ninguém deverá querer a forca por amar alguém do mesmo sexo.  Os Americanos, pela forma tacanha como vêem a homossexualidade e os direitos humanos, costumam gostar deste tipo de entrevistas. O próprio Estado Norte-Americano não é defensor dos direitos humanos. Existem estados americanos (principalmente os sulistas) onde ainda existem represálias contra os homossexuais. Ahmadinejad ainda se lamenta pelo facto da ONU estar constantemente a lançar sanções ao Estado Iraniano. Se motivos não faltam, palavras para quê? Adorei a parte em que Pier Morgan pergunta ao presidente Iraniano qual a atitude que este teria se um dos seus três filhos lhe revelasse que era homossexual. Ficamos sem resposta. Condená-lo-ia à morte como os outros? Trataria de legislar a favor da “legalização” da homossexualidade no seu país para incluir o caso excepcional?

Com as etiquetas , , , , , , , , , ,

Atrasos Mentais

E civilizacionais. Mais retardados foram aqueles que lhe deram o Nobel da Paz.

Não consigo perceber como é que em pleno Século XXI, por maior multi-diversidade que ainda reste entre o pensamento humano e entre as culturas e tradições da civilização humana, alguém com responsabilidades governativas num dado território consegue exibir um pensamento a este nível.

É ridículo que a presidente da Libéria considere crime um direito que assiste a todas as pessoas e por exemplo considere experiência consuetudinária normal do seu país algo barbaro como a mutilação genital de mulheres na juventude.

É ridículo que a presidente da Libéria considere crime o direito ao bem-estar de uma pessoa só porque escolheu livremente a sua orientação sexual e continue a ignorar que no seu país hajam recorrentes derramamentos de sangue sempre que existem eleições.

É absurso que a presidente da Libéria ouse pensar que um homossexual deve ser preso e ouse esconder os crimes de  todos aqueles que estão no país a delapidar recursos naturais tão valiosos como diamantes e consequentemente a escravizar, a corromper e a matar por diamantes.

Isso não é a defesa de valores tradicionais. É burrice. É estupidez. É atraso civilizacional. É violação dos Direitos Humanos. É passar uma má imagem de África ao mundo ocidental. É dar razão aqueles que crêem na Ocidentalização do conhecimento. É dar-lhes armas para continuarem a acreditar que o verdadeiro conhecimento é aquele que é produzido no hemisfério norte. É dar-lhes a ideia consumada de que o conhecimento produzido no hemisfério sul resulta de experiências consuetudinárias misturadas com uma enorme dose de barbaridade e exotismo.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , ,