Tag Archives: Heloísa Apolónia

parlamentarices

Heloísa Apólonia questionou, e muito bem o primeiro ministro, acerca dos limites que eram consideráveis da “sua austeridade” para o povo português.

Mansinho, o primeiro-ministro respondeu: “os meus limites para estas medidas de austeridade são os limites da ética social”

Desmístifico os termos “ética” e “social” e de seguida passo a uni-los.

Segundo o dicionário da Porto Editora que possuo, ética é “o domínio da filosofia que procura determinar a finalidade da vida humana e os meios de a alcançar; a moral; a ciência da moral.

Já social, designa-se no mesmo como “pertencente ou respeitante à sociedade; sociável; referente a sociedade comercial ou industrial; diz-se dos problemas que visam à organização e à satisfação das necessidades dos indivíduos em sociedade; relações sociais; convivência.

Adequamos portanto as premissas ao todo.

As premissas que interessam para a afirmação do primeiro-ministro são “o domínio da filosofia que procura determinar a finalidade da vida humana e os meios de a alcançar” e “a moral” no caso do termo ética, e, “diz-se dos problemas que visam à organização e à satisfação das necessidades dos indivíduos em sociedade” no que resta ao termo “social”.

Se o limite da austeridade deste primeiro-ministro e do seu governo é o limite da ética social, pelas premissas com que me guio e pelas medidas ontem apresentadas, a sua ética está a caminhar por moldes errados, os problemas que visam as suas soluções não estão a ser resolvidos e muito menos estão a ser atendidas as satisfações das necessidades dos indíviduos na sociedade portuguesa.

Qual é afinal o limite?


Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , ,

O porquê de votar na CDU (video)

Os 50 compromissos para a mudança.

Os Compromissos eleitorais de uma política patriótica e de esquerda.

Tempo de Antena (1)

Tempo de Antena (2)

Tempo de Antena (3)

Com as etiquetas , , , , , , , ,