Tag Archives: Firenze

Fiorentina 3-2 Genoa

Respira-se muita bola em Firenze. Confesso que não vi o jogo. Duas horas depois em Aveiro, outros interesses clubísticos se levantavam com o Beira a receber o Nacional. Vi os resumos da liga na Sky Itália. Deu para ver que a nova dupla de Firenze, o Tonto e o Mascarilha da Toscânia, ou como quem diz, o Sérvio Adem Ljajic e o mágico Montenegrino Stevan Jovetic partiram a loiça na primeira parte. O Genoa ainda ameaçou por duas vezes mas foi o antigo central do Villareal Gonzalo Rodriguez a fechar a contagem a 15 minutos do fim. Montella soma e segue. É pena que o Milan tenha vencido. Ainda não é desta que a Fiorentina entra em lugares classificáveis para a próxima edição da Champions. Contudo, o duelo com o Milan no Artémio Franchi (7 de abril) está cada vez mais próximo e a ansiedade em Firenze aumenta. 3 anos depois, Andrea Della Valle pode devolver o clube à glória.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , ,

os melhores adeptos do mundo

fiorentina

A Curva Fiesole (Collectivo Autonomo Viola e Settebello) não deixou de deixar uma mensagem de incentivo ao Sporting Clube de Portugal e às suas claques, pelas quais nutrem muito carinho, pela morte do antigo presidente do Sporting Clube de Portugal João Rocha. É por estes gestos que eu amo este clube.

Com as etiquetas , , , , , , ,

lazio 0-2 Fiorentina

Com a Champions em ponto de mira, grande vitória Viola em Roma frente à Lazio por 2-0. Golos da dupla dos balcãs. O montenegrino Jovetic abriu o marcador dos 20″ a passe de Borja Valero. Mais um jogaço do centrocampista espanhol na Serie A. Aos 50″, de livre, o Sérvio Adem Ljajic não deu hipótese a Federico Marchetti. A Fiorentina passa a Lazio na classificação sendo agora 4º com 48 pontos, a 3 do Milan e 5 do Napoli. Para a semana recebe o aflito Genoa (um lugar acima da linha de água com 26 pontos) no Artémio Franchi. Em caso de vitória, os olhos ficam expostos no que Milan e Napoli poderão fazer em sua casa contra Palermo e Atalanta respectivamente.

Com as etiquetas , , , , , , , , ,

Fiorentina 2-1 Chievo

Larrondo

Marcelo Larrondo, avançado de 23 anos formado nas escolas do River Plate que foi emprestado pelo Siena (rival da região da Toscania) à Fiorentina marcou o golo Viola já ao cair do pano num jogo cuja vitória foi muito difícil de desbloquear aos jogadores de Firenze contra o Chievo Verona.

Com as etiquetas , , , , , , , , ,

Curva!

4-1 no derby regional ao Siena no passado mês de Dezembro. Curva Fiesole. 250º jogo do capitão Manuel Pasqual ao serviço da Viola!

Com as etiquetas , , , , , , ,

não podia deixar passar

O cabaz da Viola ao Inter no Artémio Franchi. Baile de bola. A família Della Valle em plena loucura na tribuna presidencial. Nada mais dá prazer ao presidente e a um adepto Viola do que esmagar um grande do norte desta maneira no Artémio Franchi. A assistência de Aquilani para o 2º golo de Jovetic (3-0) é pura e simplesmente deliciosa. Continuo a dizer que o melhor médio da Serie A este ano é Borja Valero. Pelo futebol que a equipa de Vincenzo Montella joga, merece a Liga dos Campeões no mínimo. E Jovetic é o comandante deste barco. Indiscutivelmente o ídolo da cidade de Firenze nos dias que correm!

Com as etiquetas , , , , , , , , , , ,

18:51

A Fiorentina acaba de perder em Turim.

É impossível lutar contra o meio-campo da Juve. Que meio-campo fantástico. Arturo Vidal, Andrea Pirlo, Paul Pogba, Claudio Marchisio, Giovinco, Luca Marrone, Mauricio Isla (lesionado há algum tempo mas irá voltar em breve e quando voltar também será opção) – arrisco-me a dizer aqui que estamos perante o melhor 2º melhor meio-campo da actualidade. Com gente na frente como Simone Pepe, Alessandro Matri, Nicolás Anelka, Fabio Quagliarella, Mirko Vucinic e Niklaas Bendtner, não existe ninguém em Itália que possa fazer frente a esta Vecchia Signora.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , ,

os maiores e o maior :)

os maiores adeptos do mundo (no ano passado rezavam para não descer de divisão; este ano estão em 5º e continuam insatisfeitos porque querem mais, querem a Viola a lutar pelo título) e o maior presidente do mundo, Andrea Della Valle.

a velhinha pediu e Della Valle acedeu na sua meravigliosa simpatia: “uma camisola do Viviano para esta senhora porque as promessas, mantenho-as sempre”

depois o puto diz: “obrigado por teres construído esta fantástica equipa”

Andrea Della Vale é um showstopper onde quer que passe na cidade de Firenze. É um gentleman à antiga, com um brio profissional e pessoal e com uma simpatia que não é deste mundo, que não está ao alcance de todos.

É por estes momentos que este clube é enorme!

Com as etiquetas , , ,

:)

A Fiorentina acabou de eliminar a Udinese da Taça de Itália. Venha a Roma, venha a desforra!

Com as etiquetas , , , , ,

f.

Se mai continga che ‘l poema sacro
al quale ha posto mano e cielo e terra,
sì che m’ha fatto per molti anni macro,

vinca la crudeltà che fuor mi serra
del bello ovile ov’io dormi’ agnello,
nimico ai lupi che li danno guerra;

con altra voce omai, con altro vello
ritornerò poeta, e in sul fonte
del mio battesmo prenderò ‘l cappello . . .

Dante Alighieri.

Com as etiquetas , , , ,

perder assim é um orgulho

Está a ser um ano em cheio para a malta de Firenze. A equipa mudou de treinador, saiu do ciclo vicioso das anteriores temporadas, reforçou-se com 17 jogadores (grande parte deles com provas dadas; já chegavam as compras de jogadores de índole duvidosa) e a estratégia da própria direcção do clube (presidida por Andrea Della Valle) mudou, de forma agressiva, para que a Fiorentina possa voltar aos lugares que lhe pertencem por estatuto: os lugares europeus.

A Vincenzo Montella foi pedido no seu dia de apresentação que pudesse construir um plantel que fosse capaz de responder aos desafios gerados pelos novos objectivos, não apontando baterias à conquista de um lugar europeu já esta época. Montella respondeu mais rápido do que aquilo que Della Valle e seus pares estariam à espera e 16 jornadas depois, a Fiorentina está em 5º a 9 pontos da líder Juventus sendo que já esteve a 4. Para além dos resultados desportivos, é nítido que a Fiorentina joga um futebol muito agradável. Montella está portanto de parabéns.

Depois de dois empates sensaborões contra a Samp em casa e contra o Torino fora, cabia à Fiorentina mostrar todo o seu potencial no quente Derby Del Sole contra a Roma no Olímpico. Na memória colectiva estava ainda a excitante vitória obtida em San Siro perante um impotente Milan. Urgia portanto fazer semelhante resultado contra uma Roma, que de certo modo ainda se está a redescobrir, fortuito de também ter mudado de treinador e de também ter mudado de estratégia para o futuro, depois de uma época onde contratou muito e os resultados voltaram a não ser famosos. Zdenek Zeman, o checo que subiu o Pescara à Série A, o homem que criou lançou Marco Verrati (PSG) está a ter o mérito de devolver a Roma ao top-5 da liga e de, com o pouco que tem (este plantel da Roma é muito escasso para ombrear com Inter, Juventus e Napoli) fazer a equipa praticar um futebol esteticamente bonito e eficaz. No entanto, também foi corajosa a abordagem do treinador Checo a este jogo, deixando Daniele De Rossi no banco contra uma equipa como a Fiorentina em prol do americano Michael Bradley. De Rossi apenas iria entrar na 2ª parte, quando o jogo estava completamente partido e o americano já não dava conta das investidas de Borja Valero.

Foi um jogo incrível de parada e resposta, praticado do princípio ao fim a uma velocidade. A Roma marcou cedo por intermédio Panagiotis Tachtsidis, jogador contratado ao Genoa (não efectuou qualquer jogo pela equipa Genovesa visto que foi emprestado a Cesena, Grosseto e Hellas Verona; todas estas da 2ª divisão) num lance em que me pareceu que o Grego (formado no AEK de Atenas) estava em claro fora-de-jogo. Não demorou muito até que a Fiorentina empatasse por intermédio do central Facundo Roncaglia (4º golo do ex-Boca Juniors na Liga) num lance em claro fora-de-jogo. Enquanto a Roma procurava desiquilibrar por intermédio de contra-ataques muito venenosos conduzidos ora por Miralém Pjanic (está um senhor jogador) ora por Francesco Totti, o papel de Tachtsidis e do Norte-Americano Michael Bradley (outro senhor jogador) estava a ser desenrolado na perfeição: vigiar a construção de jogo de jogo dos dois centrocampistas da Fiorentina Borja Valero e Alberto Aquilani. O 2º, de regresso à casa onde foi formado, passou por completo ao lado de toda a partida. Ao mesmo tempo, a Roma exerceu uma pressão alta muito eficaz no primeiro terço do terreno dos comandados de Vincenzo Montella.

Com a Fiorentina estagnada depois do empate, fruto da pressão alta e da excelente cobertura dos seus médios mais criativos (Juan Guillermo Cuadrado jogou a 10; a Fiorentina esteve mais interventiva pelas alas, onde se destacaram os laterais Pasquale e Cassetti) a Roma recuperava muitas bolas a meio-campo. Foram nessas recuperações de bola que surgiram os dois golos que fechariam o primeiro tempo. Se Emiliano Viviano foi muito mal batido no golo de Totti, há que realçar que minutos antes, o guarda-redes da Viola tinha respondido com exito a dois lances do eterno 10 da Roma.

A perder por 3-1 ao intervalo, Montella decidiu arriscar. Tirou Cassani, reposicionando Cuadrado na sua posição de origem e colocou Mounir El Hamdaoui em campo para que o marroquino pudesse dar mais vivacidade na frente em conjunto com um escondido Luca Toni (muito bem anulado pelo central brasileiro Leandro Castán) e fez entrar Matias Fernandez para o lugar de Ruben Oliveira. O Uruguaio esteve muito mal durante a primeira parte, permitindo acima de tudo que Pjanic e Totti estivessem confortáveis no seu jogo de contra-ataque.

Logo aos 30 segundos, a substituição de Montella surtiu efeito e o antigo jogador do Ajax respondeu de cabeça a um grande cruzamento do capitão Manuele Pasquale (foi incansável naquele flanco esquerdo). A Roma sentiu o golo e o duplo pivot defensivo constituído por Bradley e Tachtsidis deixou Borja Valero pegar no jogo Viola e começar com o seu futebol rectílio e efectivo. Passados 2 minutos, seria Mati Fernandez a ameaçar com perigo a baliza do Uruguaio Goicotchea.

A Roma assustou-se com o melhor arranque do 2º tempo por parte da Viola e voltou à carga. Até ao golo de Pablo Osvaldo, aos 88″, a Roma dispos de uma série de ocasiões onde poderia ter fechado a partida. Totti teve tudo para fazer o golo na cara de Viviano; há uma arrancada de Bradley que termina com o americano a atirar a rasar o poste e pouco depois seria o internacional pelos socceroos a falhar uma cabeçada quando toda a defesa da Fiorentina estava batida; pelo meio, ainda há um golo mal anulado aos Romanos. Na outra baliza, seria o mesmo Bradley a tirar na linha um cabeceamento com selo de golo de Aquilani. Com ferros se mata, com ferros se morre. O contra-ataque Romano teria o seu ponto máximo aos 88″ quando Pablo Osvaldo selou a partida, numa altura em que a Fiorentina estava toda balanceada para o ataque.

Vitória justa da Roma num jogo excitante onde a Fiorentina fez uma das melhores prestações da temporada. Sinal negativo para os 3 centrais: Roncaglia, Rodriguez e Savic tem vindo a combinar bem durante praticamente toda a temporada e estão a ter enorme influencia nas vitórias da equipa, pela segurança que demonstraram até agora e pelos golos que tem marcado (juntos, os 3 tem 8 golos). Mas, desde o jogo da Samp para cá tem cometido muitos erros defensivos e tem jogado com um espaçamento entre si que não é desejável para quem joga com 3 centrais. É certo que precisavam à frente de um trinco possante e eficaz nas dobras aos laterais quando estes sobem no terreno e Ruben Olivera não é de facto esse jogador. O Uruguaio emprega muita força nessa tarefa mas é um jogador com uma agressividade excessiva e nem sempre actua de acordo com os moldes de inteligência necessários à posição. Os restantes centrocampistas do plantel também não são jogadores que possam render na posição 6. Montella terá provavelmente que ir ao mercado em Janeiro.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Fiorentina 2-2 Sampdoria

a viola continua a dar chutos na sorte. sem Jovetic e Toni, Stefan Savic, a agradável surpresa que veio de Manchester (não consigo perceber como é que não tem lugar no City) esteve no melhor e no pior: inaugurou o marcador com uma incrível cabeçada, fui culpado no 2º golo da Samp de Genoa mas minutos depois emendou o erro com o golo do empate.

de registar que a Samp tem indiscutivelmente um dos melhores centrocampistas da série A. ao nível de Pirlo, Marchisio, Boateng e Aquilani: Andrea Poli. Não pegou no Inter, onde esteve emprestado na época passada. Também há que dizer que para o seu lugar foi contratado Walter Gargano, outro daqueles que apesar de não ser tecnicamente dotado, faz das tripas coração para colocar ordem no miolo. Mas dúvido que Poli fique muito tempo em Genoa. Aos 22 anos, algo melhor chama por ele.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , ,

queres ser presidente mas não te perdoamos o facto de não teres acabado a carreira no sporting

Figo admite. 

mas rui costa, quando o milan já não o queria porque sabia que as sucessivas lesões que tinha já não o deixavam render o esperado, não teve dúvidas e assinou pelo benfica. mal ou bem, voltou à casa mãe e cumpriu dois anos de contrato. despediu-se em pompa perante milhares de adeptos que sempre desejaram que o maestro voltasse a jogar na luz.

figo sempre admitiu que não estava nos seus planos voltar a alvalade. podia tê-lo feito quando o Real o dispensou. preferiu aumentar a fortuna no Inter.

e rui costa, encostado por Vieira na SAD do Benfica, continua a fazer aquilo que lhe dá mais prazer que é trabalhar\ajudar para o clube.

figo por sua vez saiu por meia dúzia de trocos para o Barcelona em 1995. rui costa por 1 milhão para a fiorentina. a diferença? figo é um indíviduo que só vê cifrões à frente. a carreira dele assim o provou. em 1995 saiu para Nou Camp por míseros tostões (comparando a sua transferência posterior do Barça para o Real em 2000) porque não quis renovar (era uma renovação fictícia para o clube o poder vender por uma verba superior) contrato com o sporting. rui costa renovou com o benfica e saiu pelo preço justo da altura. rui costa aguentou o máximo que pode na fiorentina e apenas saiu porque o clube estava inundado de dívidas e precisava urgentemente de o vender. em 2001, quando rui costa saiu para o milan, assinou uma renovação (fícticia, pois toda a gente sabia que teria que ser vendido) para a fiorentina poder receber 20 milhões de euros em vez de nada.

aposto em como a maioria dos sportinguistas não querem figo como presidente do clube. e eu sou um deles. atenção ao facto de sempre ter afirmado que Luis Figo era o meu ídolo de infância. e aposto também como 100% dos benfiquistas votavam em rui costa em alternativa a vieira.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , ,

e a minha viola empatou

jogo difícil em Turim. El Hamdaoui ainda me deu esperanças a 6 minutos do fim. mas, pelo rendimento que o Torino teve, o empate aceita-se. boas notícias: a juventus perdeu com o milan no clássico e a fiorentina ganhou mais um ponto à vecchia signora. a série A está ao rubro. a fiorentina é 4ª a 4 pontos da primeira posição e tem agora uma série de jogos que convida a subir mais na tabela classificativa.

Com as etiquetas , , , , , ,

alegria!

vieni in curva e poi, canta insieme a noi, un sol grido in coro si alzerà… questa viola vincerà!

Existem motivos para sorrir, para cantar e para pensar que este ano pode ser o ano!

Com as etiquetas , , , , , ,

Grazie!

Mais uma a sair do Artémio Franchi com direito a tratamento VIP. Desta feita, a Atalanta de Bérgamo. Volto a perguntar quem é o Riccardo Montolivo? Quem tem Alberto Aquilani não precisa de Montolivos. Montella soma e segue. A equipa joga com uma espectacular beleza, defende com dureza e acima de tudo consegue ser muito eficaz. Dos problemas de finalização no início da época passamos a uma fase em que a Fiorentina transforma quase todas as oportunidades que tem durante a partida. E o primeiro lugar está já ali a 5 pontitos.

Com as etiquetas , , , , , , ,

eu bem avisei

Uma lição de futebol em San Siro coroada com um grande golo de Mounir El Hamdaoui. Dá gosto ver esta equipa de Montella crescer. 3-1 a0 Milan e o 3º lugar à vista. O gigante acordou!

Com as etiquetas , , , , , , , ,

vieni in curva e poi, canta insieme a noi, un sol grido in coro si alzerà… questa viola vincerà!

Já fervilha o jogo de amanhã no San Siro frente ao Milan. Em caso de vitória, a Fiorentina pode subir à 3ª posição da Serie A naquele que será o primeiro jogo de Riccardo Montolivo contra a Fiorentina desde que se mudou para Milão.

Lembras-te? Eras capitão de uma equipa belíssima de uma cidade belíssima. E eras o ídolo de muitas crianças em Firenze. Ostentavam orgulhosamente a tua camisola. Mas depois veio o dinheiro e tu não tiveste quaisquer tipo de escrúpulos em ir para Milão sem que a equipa da cidade da qual eras capitão e idolatrado visse qualquer recompensa pelos 7 anos em que lá jogaste.

Com as etiquetas , , , ,