Tag Archives: David Cronenberg

finalmente

peca por tardia esta medida. a ideia de um Plano Nacional de Cinema é provavelmente a melhor medida deste secretário de estado da cultura.

só tenho pena que estejam de fora os verdadeiros nomes do cinema, esses sim, que deveriam ser vistos pela criançada: Lynch, Cronenberg, Kubrick, Bergmann, Polansky, Eisenstein, Welles, Kosturica, Antonioni, Fellini, Argento, Almodovar, Hitchcock.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Melhores filmes do ano

O Entre o Nada e o Infinito elege como melhores filmes do ano, sem a lista ter necessariamente uma ordem de gostos ou preferências:

1. “Drive” — Nicolas Winding Refn\Dinamarca-Estados Unidos da América
2. “Anonymous” – Roland Emmerich\Reino Unido-Alemanha
3. “Cars 2” — John Lasseter-Brad Lewis\Estados Unidos da América.
4. “Horrible Bosses” – Seth Gordon\Estados Unidos da América
5. “The King´s Speech” – Tom Hopper\Reino Unido
6. “Shame” — Steve McQueen\Estados Unidos da América
7. “A Dangerous Method” — David Cronenberg\Canadá
8. “Melancolia” — Lars von Trier\Dinamarca-Suécia-França-Alemanha
9. “The Tree of Life” — Terrence Malick\EUA
10. “I am number four” — Estados Unidos da América

 

Com as etiquetas , , , , , , , , , ,

Para ver com atenção…

Fausto, de Alexandr Sokurov, vencedor do Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza.

Na minha lista pessoal também constam filmes exibidos como “Carnage” de Roman Polanski e “A Dangerous Method” do brilhante David Cronenberg, dois realizadores que pessoalmente aprecio bastante. 


Com as etiquetas , , , , , , , ,