Tag Archives: Cinema Português

Faleceu Artur Agostinho

Faleceu hoje Artur Agostinho. Um dos melhores comunicadores que este país alguma vez teve.

Aos 90 anos, Artur Agostinho foi um dos pioneiros da Rádio em Portugal. Iniciado na antiga Emissora Nacional (actual Rádio Renascença) Artur Agostinho destacou-se pelos apaixonados relatos de futebol com que brindou gerações atrás de gerações. Sportinguista de corpo e alma, Artur Agostinho sempre conseguiu manter uma enorme postura de imparcialidades atrás dos microfones.

Engane-se quem porventura pensa que o legado de Artur Agostinho se cinge à rádio. O Comunicador, participou-se em filmes como “O Leão da Estrela” (1946) “Capas Negras” (1947) “Cantiga da Rua” (1950) e “Perfeito Coração” (2009) para além de inúmeras novelas transmitidas nos canais generalistas lusos. Ao nível do jornalismo, dirigiu o Jornal Record entre 1963 e 1974 e o Jornal Sporting. Foi também proprietário da Sonarte, uma agência de publicidade.

Ao nível literário, escreveu “Portugal sem Português” em 1977 e “Bela, riquíssima e além disso …viúva” em 2009.

O Presidente da República haveria de agraciar Artur Agostinho no passado dia 28 de Dezembro de 2010 com a Comenda da Ordem de Sant´Iago e Espada.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , ,

Caminhos do Cinema Português


Vem aí os Caminhos do Cinema Português!

Com a organização a cargo do Centro de Estudos Cinematrográficos da Associação Académica de Coimbra, os Caminhos são um evento que visam divulgar o Cinema Português.

Para além da habitual reprodução de filmes Portugueses e da secção competitiva de curtas-metragens, os Caminhos também irão dar destaque ao Cinema Turco com a reprodução de filmes Turcos, conferências, 5 workshops em “Edição Imagem, Cinema 3D e Estereoscopia, Vídeo Acção Intervenção, Cinematografia em Cinema Digital e Produção e Realização Vídeo” e os Caminhos Juniores onde passarão filmes para crianças.

Os Workshops (vagas limitadas) terão o custo de 50 euros para o público em geral, 40 para os sócios do CECEstudantes.

O evento realiza-se em vários espaços da cidade como o Teatro Académico Gil Vicente e o novo Theatrix (antigo Cinema Avenida).

O programa completo do evento pode ser visto aqui.

Para mais informações sobre o evento, deverão dirigir-se ao site dos Caminhos que está disponível a partir deste endereço: www.caminhos.info.

Com as etiquetas , , , , , , , , ,

Cold Blood (Short-film)

http://vimeo.com/moogaloop.swf?clip_id=12045491&server=vimeo.com&show_title=1&show_byline=1&show_portrait=0&color=&fullscreen=1

Sangue Frio (Cold Blood) from Antonio Corte-Real on Vimeo.

Ficha Técnica:

Cold Blood – Sangue Frio (Short-Film)
País de Origem: Portugal
Realizador: António Corte-Real
Argumento: António Corte-RealJoão Lemos
Actores: Almeno Gonçalves, António Melo
Fotografia: Aurélio Vasques, Miguel Rebelo

Cold Blood – Sangue Frio” é uma curta-metragem dirigida pelo realizador António Corte-Real (Aguedense que reside actualmente em Londres) e escrita pelo mesmo em parceria com o escritor Aguedense João Lemos.

Um homem entra num bar às 2 da madrugada quando este está encerrado e quando o Barman já se encontra a limpar o estabelecimento. Aos poucos (perante as sucessivas proibições iniciais do Barman) a partir de uma boa gorjeta, o homem entra no estabelecimento para acender um cigarro, beber um whisky e falar com o empregado, auto-proclamando-se assassino profissional.

Depois de um pequeno diálogo metafísico sobre o valor da vida e “a crença da vida para além da morte”, sobre o assassinato de dois advogados por parte do cliente, o empregado começa a sentir sinais de nervosismo e pretende mandar embora o cliente. Não crendo em toda a teia argumentativa montada pelo cliente, o Barman começa a questionar a veracidade das histórias do cliente até que este se levanta, ergue a pistola e atira sobre o Barman.

Concluíndo, esta é uma curta com bons planos de realização e com um argumento bastante interessante. O monólogo do cliente acerca do valor da vida, da morte, e da crença de uma experiência transcendental depois da morte é simplesmente fabuloso.

Com as etiquetas , , ,