Tag Archives: CAN

Zambia!!!

Confesso que não acompanhei a CAN com olhos de ver. Vi poucos jogos e acompanhei mais os resultados pela internet que outra coisa. Vi um pouco desta final.

Em 1993, lembro-me perfeitamente de ser miúdo e de ter visto uma notícia num telejornal que falava que uma geração inteira de futebolistas zambianos tinha sido dizimada por um desastre aéreo. Foi em 1993, depois de um Gabão vs Zâmbia em Libreville, a contar para as eliminatórias africanas para o Campeonato do Mundo de 1994 nos Estados Unidos.

Falava-se na altura de uma geração Zambiana muito jovem e muito promissora. 19 anos depois, outra geração Zambiana, numa CAN desde já muito pouco competitiva (Camarões e Egipto foram selecções fortes que não marcaram presença) fizeram um brilhante histórico para o seu país, quando todos davam como certa a vitória ou do Gana ou da Costa do Marfim. Foi precisamente contra a selecção marfinense que os Zambianos fizeram história.

Os “Chipolopolo” (Balas de Cobre), cognome que desde logo é associado ao facto dos jogadores zambianos serem muito rápidos, apenas contavam até hoje no seu palmarés com algumas presenças em fases finais da CAN, e com uma presença nos Jogos Olímpicos de Seul em 88 onde por exemplo despacharam a Itália com 4-0.

3 anos depois, quando tudo parecia indicar nova presença num mundial, 18 jogadores e 3 dirigentes da equipa zambiana vieram a falecer na dita queda em Libreville.

Em 2012, a Zambia do Francês Renard, dos “emigrantes” Kennedy Mweene, Joseph Musonda, Davies Nkausu, Kampamba Chintu, Clifford Mulenga, Isaac Chansa, Noah Chivuta, Collins Mbesuma (jogam na África do Sul) Kalililo Kajonje, Hichani Himonde, Stopira Sunzu e  (actuam no Congo) Chisamba Lungu (actual no Ural da Rússia) Jonas Sakuhawa (actuam num clube dos Emirados Árabes Unidos) Chris Katongo e James Chamanga (actuam na China) e Emmanuel Makuya (actua no Young Boys da Suiça) e dos “locais” Joshua Titima, Nathan Sinkala, Henry Nyambe, Francis Kasonde, Felix Katongo e Evans Kangwa venceu o CAN, derrotando a maravilhosa Costa do Marfim de Didier Drogba na final.

É um feito que deve ser considerado do outro mundo!

Com as etiquetas , , , , , , , , , ,