Tag Archives: Almirante Brown

tanti auguri

Há cerca de um ano atrás, o River Plate descia à 2ª Divisão Argentina num dos dias mais tristes do futebol argentino.

No Monumental De Nuñez, jogadores da equipa como Juan Pablo Carrizo ou Erik Lamella (actualmente na AS Roma) choravam no relvado, enquanto os hinchas nas bancadas mostravam a sua fúria, ameaçando constantemente elementos da direcção do clube assim como treinador e jogadores com sucessivas tentativas de invasão ao relvado e ao camarote presidencial.

No momento difícil do rival, Juan Román Riquelme, eterno capitão do Boca Juniors (rival do River) e recentemente eleito melhor jogador da história do clube numa votação feita no site do mesmo, dava uma enorme lição de fair-play ao afirmar que a liga argentina ficava mais pobre sem a presença dos Milionários.

1 ano passou e o River está de volta à 1ª divisão argentina. Matías Jesus Almeida subiu a treinador. A equipa reforçou-se com jogadores como Cristian Ledesma, Alejandro Dominguez, Fernando Cavenaghi ou David Trezeguet, que, apesar de sempre ter dito que queria acabar a carreira no Boca Juniors (clube do qual o pai é fã confesso; Trezeguet é filho de um argentino e passou 5 anos da sua juventude em Buenos Aires) acabou por rumar ao River vindo do Hércules de Espanha.

Aos 35 anos, o Francês colocou o Monumental De Nuñes em extâse, marcando os dois golos da vitória que garantiu a súbida de divisão dos Milionários frente ao Almirante Brown, modesta equipa da cidade de Isidro Casanova (nas imediações de Buenos Aires). Isto depois de ter apontado mais 11 golos em 18 partidas realizadas pelo clube.

Para finalizar, a festa do 1º golo do Francês (se bem que no momento do passe Funes Mori estava claramente adiantado):

Os Hinchas do River são do melhor que existe no futebol. Nas vitórias e na derrota, na 1ª ou na 2ª, estádio cheio.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , ,