Tag Archives: Algarve

imagens do insensível Portugal

abrir o jornal e ler que uma criança pouco mais nova que o meu irmão (5 anos) não almoçou na escola porque lhe foi negada a refeição pelo facto da mãe possuir uma dívida de 30 euros perante a escola de Quarteira em questão e reparar que a cabeça do director da Segurança Social, da directora do agrupamento à qual pertence a escola ainda não rolaram é algo que me choca. pior que isso é o todo poderoso Nuno Crato apenas ter afirmado, 2 dias depois do sucedido, que só agora iria analisar a situação em casa. choca-me profundamente esta insensibilidade social num país onde existem centenas de crianças cuja refeição única que fazem no dia é precisamente na escola. chegamos a um ponto de desumanidade grotesto neste país que é pura e simplesmente inexplicável e intolerável.

 

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , ,

Portuguesisses

A Ordem dos Médicos aprovou no seu seio a entrada de 42 médicos Colombianos contratados pelo Estado Português para colmatar lacunas de atendimento em centros de saúde de Lisboa e Vale do Tejo e Algarve mas contestou a iniciativa do Ministério da Saúde.

Estando 750 mil cidadãos português com atendimento médico deficitário nas suas unidades familiares e tendo o Ministério da Saúde procedido a uma selecção rigorosa entre os candidatos colombianos não percebo o porquê deste tipo de reclamações.

A falta de médicos no nosso país e os problemas que causam essa carência são mais que visíveis: as restrições ao aumento de vagas nos cursos de medicina das universidades portuguesas, as reformas antecipadas de médicos no SNS em prol de atendimento no sector privado e a fuga dos jovens médicos para o sector privado.

Dada esta carência, não faço qualquer objecção à contratação de clínicos estrangeiros. Desde que evoluam na comunicação do português e sejam reconhecidos como competentes, criam mais valia para o Sistema Nacional de Saúde e para a qualidade de vida dos cidadãos Portugueses.

Ao bastonário da Ordem dos Médicos pede-se que se mudem as mentalidades do sector antes de se criticar as opções do Ministério da Saúde.

Com as etiquetas , , , , , , , ,

Balconing, a nova modalidade olímpica

Eis que meia dúzia de iluminados decidiram inventar uma nova modalidade olímpica: o Balconing.

Aos vencedores “o peito cheio de coragem” vale as respectivas medalhas e o efémero respeito daqueles que observam ou filmam. Aos perdedores, a morte e as possibilidades de estado vegetativoincapacidade física para o resto da vida são as consequências vísiveis de uma prática arriscada que deveria merecer mais vigilância por parte dos responsáveis dos hóteis onde são levados a cabo os saltos. Só neste verão, 11 pessoas morreram e 80 foram hospitalizadas em estado grave “à conta destes enormes gestos de coragem e bravura humana.”

Já diz o meu pai e é bem certo: “o cemitério está cheio de heróis.”

Com as etiquetas , , ,