Category Archives: Uncategorized

tudo ao molho!

Agora escrevo aqui.

Pasmo

Leio. No porto, o antigo presidente da câmara municipal nuno cardoso coloca jovens desempregadas a recolher assinaturas para a sua candidatura à edilidade junto a um edifício onde se distribuem alimentos a famílias carenciadas. Interrogadas, as jovens mostram-se indignadas com o método utilizado pelo candidato. Mas no fundo resignam-se pois a vida está difícil e o candidato paga 40 cêntimos por assinatura recolhida.

Quid iuris?

Cavaco Silva já voltou das selvagens ou ficou a fazer companhia à orca Paula?

O regresso

Declaro irrevogável o meu regresso a este blog. A não ser que me ofereçam o mesmo cargo que ofereceram ao Pedro Lomba.

volto em breve

ando cheio de ideias e coisas e ideias… até já!

soberania

defender a nossa. gaspar. lembrou-se. em washington.

post #3000

coisas da minha adolescência, re-aproveitadas com o delicioso costume do trocadilho fácil para comemorar o festivo post 3000 deste humilde blog. o primeiro que descobrir o porquê deste post e o trocadilho substanciado no mesmo, tem direito a um café pago pela minha pessoa, a dois dedos de conversa e a fazer-me duas perguntas a seu belo prazer.

demissão já

os açorianos não tem que pagar a estupidez, a ignorância, a burrice e a displicência deste senhor. médico. tirou o curso de medicina onde?  declaração inenarrável sem entrar pela via do insulto directo à pessoa em causa. não consigo perceber como é que ainda discursos deste género em pleno século XXI. Aliás, não consigo perceber (e muitos amigos meus partilham desse mesmo pensamento e tem-me dito ultimamente) como é que existe fome em pleno século XXI. Mas ainda há quem venha “legitimar” a fome em vez de arranjar e apresentar soluções para combater a fome existente nos seus representados. Um deputado regional do Partido Socialista, médico de profissão ainda por cima. Depois disto, não se deve pedir nem mais nem menos que a demissão de Domingos Cunha do Parlamento Regional Açoriano.

visto gold

Soares dos Santos na Holanda, Azevedos no Brasil, capital não declarado em offshores, indianos e Bollywood em Portugal.

coisas de café

João Branco para dois amigos: “Era uma das maiores alegrias da minha vida, tão alegria como aquela que o Jardel me deu quando fodeu o Argel todo para o 2-2 na Luz, dava-me logo aquela euforia do açucar (esbracejar típico do momento em que diz euforia do açucar) se o Cardeal Patriarca fosse eleito papa… Era um gozo ver como primeira medida, o António Sala (são 6 da manhã e aquela apresentação fanhosa de outrora da Rádio Renascença a anunciar o jogo da mala) a entrar pelas portas do Vaticano e a dizer “eu vejo o mundo com mais crises financeiras” e a Gendarmerie Suiça a anunciá-lo ao mundo como o negociador da venda do Ouro do Vaticano para o pagamento de dívida externa portuguesa.”

os outros riem-se e João Branco levanta-se para pagar a conta.

Até que ao canto uma senhora pergunta: “desculpe, conhece o António Sala?” – respondo que não. Toma a palavra novamente: “é que o António Sala é meu primo”

Fiorentina 2-1 Chievo

Larrondo

Marcelo Larrondo, avançado de 23 anos formado nas escolas do River Plate que foi emprestado pelo Siena (rival da região da Toscania) à Fiorentina marcou o golo Viola já ao cair do pano num jogo cuja vitória foi muito difícil de desbloquear aos jogadores de Firenze contra o Chievo Verona.

Com as etiquetas , , , , , , , , ,

obviamente possuído com o exito rossoneri!

View original post

O João disse praticamente tudo no Observatório Desportivo

costinha-575x432

Costinha é o nome escolhido para novo treinador do Sport Club Beira-Mar, depois da saída de Ulisses Morais. Mais uma vez, a conexão Majid Pyshiar – empresários – Pedro Coelho escolhe para o clube alguém das suas relações. Esperemos que funcione mas vai ser curioso ver como alguém que nunca treinou se safa a 11 jornadas do final do campeonato. Acho que o Beira-Mar precisava de uma solução mais imediata e não de um director desportivo com gostos diferentes na escolha de fatos…

View original post

nem sei o que comentar (2)

é carne de cavalo nas lasanhas, é meteoritos, é pedofilia, é o papa, é uma família carenciada a fazer limpeza de um património histórico do nosso país sem contrato de trabalho em Beja, são os neonazis alemães a “tomar conta” dos empregados temporários da amazon, é a dislexia nos exames de secundário e a dislexia no governo. Estamos de pantanas. Posso dormir descansado?

Ulisses

Desejo toda a sorte do mundo ao mister Ulisses Morais. A SAD e a Direcção, as maiores culpadas do estado a que o Beira-Mar chegou são as maiores responsáveis pela época agridoce que a equipa está a realizar. Confesso que se fosse Ulisses Morais já tinha abandonado o barco mais cedo. Isto porque:

1. É difícil treinar um clube de 1ª liga que não tem um espaço próprio para treinar. Se hoje treinamos no EMA, amanhã treinamos em Taboeira. Se amanhã treinamos na Taboeira, terça na Gafanha. Se terça na Gafanha, quinta não sabemos.

2. É difícil treinar um clube sucessivamente abalado por salários em atraso.

3. É difícil treinar um clube cujo proprietário vem a cada 3 meses a Aveiro e delega as suas competências num incompetente gestor de activos (Nuno Patrão) e num director-executivo de salário de 4 mil euros mensais (Pedro Coelho) que ainda hoje está para…

View original post mais 267 palavras

Já tinha escrito aqui e aqui neste outro espaço que qualquer que seja o futuro do sporting, indiferentemente do projecto vencedor das próximas eleições para o clube no próximo 23 de Março, terá que passar obrigatoriamente pelo projecto de tornar o Sporting um clube de formação, sem objectivos altos, desproporcionais ou desmesurados com uma articulação perfeita entre o futebol de formação e o futebol profissional (como fazem Barcelona e Arsenal por exemplo) e com alguém capaz de trabalhar bem (e em sincronia) nos bancos da formação e das equipas séniores.

Poupa-se no orçamento de uma época, ganham-se equipas jovens com ambição, com um futebol fantasioso e com vontade de singrar no mundo do futebol, ganha-se finalmente um objectivo que é de facto aquilo que tem estado em falta no clube na última década.

Confesso-me como adepto: prefiro um Sporting a jogar um bom futebol de ataque sem ganhar nada do…

View original post mais 140 palavras

NBA 2012\2013 #33

1. Jogos de quinta-feira:

Antes do All-Star Game, as equipas que protagonizaram a competição do ano passado enfrentaram-se. Os Heat venceram por 110-100 em Oklahoma com mais um brilhante jogo de Lebron James (39 pontos, 12 ressaltos e 7 assistências; 14 em 24 em lançamento de campo e 4 em 8 triplos). Perante uma equipa da casa desinspiradíssima na primeira parte (a meio do 2º período chegaram a estar a perder por 19 de diferença) pode-se dizer que esperava um jogo mais renhido. Chris Bosh marcou 20 pontos e ganhou 12 ressaltos, ganhando por completo a luta com Ibaka e Perkins (juntos não fizeram mais do que 14 pontos e 11 ressaltos). Do lado de Oklahoma, exibição monumental de Kevin Durant com 40 pontos e 8 ressaltos (12-14 em lançamentos de campo) e uma exibição agridoce de Russell Westbrook com 26 pontos, maior parte deles obtidos no 2º tempo. No 4º período, os Thunder ainda ameaçaram a liderança dos Heat (estiveram por várias vezes a perder por 8) mas na ponta final a equipa de Miami não tremeu.

spoelstra

erik spoelstra – i am a coach?

Realce ainda para os 13 pontos vindos do banco por parte de Ray Allen e para a parca contribuição vinda do banco de Oklahoma (apenas 16 pontos, sendo que 9 vieram de Kevin Martin). O antigo jogador de Houston continua a fazer exibições muito medíocres e a provar que Oklahoma ficou a perder com a troca de James Harden para a equipa texana.

Com um jogo interior diminuído pelas ausências de Pau Gasol e Jordan Hill, os Lakers receberam mais um cabaz desta feita contra os rivais da cidade de LA. Quando se esperava que o mote do jogo fosse uma “batalha em LA”, em analogia ao fantástico álbum dos Rage Against the Machine de Zac De La Rocha e Tom Morello, a vitória acabou por cair facilmente para a equipa comandada por Vinny Del Negro.

Parcial de 15-0 a abrir com Blake Griffin completamente onfire. O poste conseguiu 18 dos 22 pontos no 1º período, fruto de 9 lançamentos de campo em 10 tentativas no período inicial. Os Lakers conseguíram reequilibrar a partida a meio do 2º período, fruto da boa prestação do seu banco de suplentes. Antawn Jamison entrou a meio do primeiro período e até ao intervalo iria conseguir 15 pontos (terminou com 17). A titular na equipa de Del Negro O “velho” Billups iria terminar a partida com 21 pontos. Para os Lakers foi quase impossível parar a eficácia de lançamento dos Clippers: 46 em 89 em lançamentos de campo (51%) e 16 em 30 de 3pts. O 5 inicial dos Clippers (Billups, Paul, Griffin, Butler e DeAndre Jordan) iria terminar a partida com 91 dos 125 pontos obtidos pela equipa. Chris Paul também esteve endiabrado com 24 pontos e 13 assistências.

Do lado dos Lakers, Dwight Howard fez 18 pontos e 8 ressaltos, mas revelou algumas lacunas a defender e a atacar, provando que não está bem fisicamente. Kobe fez 20 pontos e 11 ressaltos, não tendo feito muitos lançamentos durante a partida (apenas 13; Kobe faz em média 25 lançamentos por jogo).

A coisa continua muito feia para os Lakers. Estando com um gap de 5\6 jogos em relação a Houston e Utah, Mike D´Antoni terá que repensar muito bem a estratégia da equipa para o que resta desta fase regular. Faltando 28 jogos para o término da fase regular, os Lakers (25-29 de score) necessitarão de ir buscar pelo menos 22 se quiserem estar nos playoffs. E tal número poderá não chegar caso os Houston Rockets e Utah Jazz vencerem partidas directas contra a equipa de LA.

Para terminar a fase regular, a equipa de LA terá que jogar (entre outros jogos) contra Denver (fora) Oklahoma (fora) Chicago (em casa) Atlanta (fora) Indiana (fora) Golden State Warriors (fora e casa) Memphis (casa) LA Clippers, Portland (fora e casa) San Antonio (casa) e Houston (casa).

2. As 5 melhores jogadas da noite dos dois jogos realizados:

3.

Duas notícias que marcaram o dia de sexta feira.

Dwight Howard tem sido alvo de rumores todos os dias. Como termina contrato com os Lakers no final da temporada e aproxima-se o prazo previsto pela liga para as trocas entre equipas, muito se tem especulado sobre o futuro de Howard. Aliás, o poste dos Lakers anda nesta vida há praticamente 2 anos. Apesar do jogador ter dito hoje na chegada a Houston (onde se está a disputar o All-Star Game) que os Lakers não estão a pensar trocá-lo no mês de Fevereiro, a imprensa Norte-Americana tem especulado a possibilidade de Dallas avançar para a contratação do jogador, assim como a de Boston, trocando o lesionado Rondo por Howard. A meu ver Dallas tem possibilidade de adquirir o jogador no próximo verão enquanto free-agent. Ao admitir que em Dallas toda a gente é trocável excepto Dirk Nowtizky, o proprietário Mark Cuban praticamente admitiu que quer Howard mas só no Verão para juntar o jogo do poste de LA ao jogo do Alemão. A ideia de Boston é trocar já os jogadores. Rondo iria acabar a recuperação da grave lesão que sofreu no joelho em LA e Howard iria melhorar e muito o fraco jogo interior de Boston. Não sei se os Lakers irão querer que isso aconteça, ainda para mais quando tem os playoffs em risco e Rondo só irá voltar à competição no 2º quarto da próxima época.

Outro que tem andado nas bocas do mundo: Derrick Rose. O base de Chicago poderá voltar no início de Março à competição. Rose afirmou recentemente que não tenciona falhar toda a temporada e afastou os rumores que afirmavam que os primeiros jogos no regresso à competição poderiam dar-se através do afiliado dos Bulls (Iowa) na D- League. Esse cenário está portanto fora de equação: Rose voltará em breve. Tom Thibodeau também afirmou recentemente que não há pressa no regresso do base, estando a contar com ele quando não houver qualquer risco de quebra na recuperação.

Greivis Vasquez

Bleacher Report: Under the radar (Greivis Vasquez – New Orleans Hornets) – É indiscutivelmente um dos bases que mais gosto de ver jogar na liga. Dan Favale escreve sobre o base Venezuelano para o Online.

Já tinha escrito sobre Vasquez aqui.

amanhã escrevo sobre o All-Star Weekend que começou hoje em Houston.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

NBA 2012\2013 #31 – as escolhas do staff

1.

Não há nada como começar a rir! o Roger Forte traz-nos o top dos Bloopers da Liga do mês de Janeiro!

JaVale McGee (como não podia deixar de ser) aparece com o seu mítico bigode, Metta World Peace dos Los Angeles Lakers (vi em directo!!) beija a mão de uma fã depois de uma jogada onde marca um cesto espectacular em falta, Dwight Howard faz mais um airball da linha de lance livre, a mascote dos Mavericks abrilhanta um momento jornalistico e em diversas situações, alguns lançamentos ficam presos no aro!

2.

O Eduardo Barroco de Melo traz-nos os 10 melhores crossovers feitos no mês de Janeiro! Nota 10 para os crossovers realizados por DeMarshon Brooks (Brooklyn Nets) e Jamal Crawford (Los Angeles Clippers).

3.

The White Mamba attacks again! Incrível afundanço de Kobe Bryant em Nova Iorque frente aos Nets. Um dos melhores da época, so far… Escolha do Roger Forte.

4.

O Eduardo trouxe um video interessante. O rookie dos Houston Rockets Royce White (16ª escolha do draft deste ano) ainda não fez qualquer jogo na liga visto que em Novembro lhe foi diagnosticado um grave distúrbio de ansiedade. Como tal, o jogador não consegue ter disposição mental para entrar num pavilhão e jogar. No entanto, as últimas notícias do jogador dão conta que já voltou à competição na Development League ao serviço dos Rio Grande Valley Vipers, equipa afiliada dos Rockets na minor league.

5.

Steve Nash é um confesso fã de futebol e em particular da nossa selecção! Uma vez também já admitiu que a sua artista favorita é a cabo-verdiana Cesária Evora. No jogo contra os Celtics, Nash provou que as suas qualidades vão para além do basquetebol e fez uns tricks com a bola nos pés. Escolha do Emanuel Melo!

6.

DeMar Rozan é um shooting guard com propensão para afundar com muita explosividade! Contra os Nuggets brincou na cara do internacional Russo Timofey Mozgov. Rozan (4ª temporada na liga) está a fazer a melhor época da sua carreira com 17.6 pontos de média. Comparando esta com a sua segunda temporada (1410 pontos em 82 jogos) Rozan já marcou 931 pontos em 53 partidas e prepara-se para superar o seu melhor registo pontual. Já o russo Mozgov viu o seu nome na imprensa esta semana devido ao interesse dos Bulls na sua contratação.

Escolha do Roger Forte.

7.

Os Xerifes também são convidados a sair de pavilhões… mas na brincadeira! Tudo não passou de uma brincadeira quando o comediante Will Ferrell “obrigou” o xerife Shaquille O´Neal a sair do Staples Center no aquecimento de um jogo dos Lakers!

Escolha do Roger Forte!

O Emanuel Melo lembra que na época passada os New Orleans Hornets já puseram Ferrell a gozar com os Chicago Bulls. Pelos vistos, Carlos Boozer ainda vive com a mãe e Luol Deng faz colecção de pássaros raros!

8.

Humor a começar, humor a finalizar! O Eduardo pesquisou e deu com a aparição mediática de sua excelência White Mamba Brian Scalabrine, antigo jogador dos Nets, Celtics e Bulls. Pelos vistos, Scalabrine saiu da churrascada para mostrar que ainda está aí para as curvas. O extremo deixou de jogar na época passada ao serviço dos Bulls!

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

NBA 2012\2013 #30 – das fotos

beal

O rookie Bradley Beal (Washington Wizards) no jogo frente aos Brooklyn Nets. O base voltou à competição esta semana depois de lesão e apontou 28 pontos na passada segunda feira na vitória da sua equipa frente aos Milwaukee Bucks por 102-90. Está com 13.3 pontos de média no seu ano de estreia da NBA e amanhã será titular na equipa dos Rookies contra os Sophomores no jogo de abertura do All-Star Weekend. Quanto à equipa de Washington, “esta só sabe ganhar” desde que a sua principal estrela (John Wall) voltou ao terreno de jogo após lesão.

griffin

Blake Griffin – Los Angeles Clippers. Dentro de algumas horas começa o derby da cidade de Los Angeles. Griffin irá reencontrar Pau Gasol, quase 1 ano depois das maldades que o poste dos Clippers fez ao poste dos Lakers.

manu ginobili e tim duncan

Merchandizing muito engraçado dos Spurs.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Meanwhile, in Oman

oman

Subida final da etapa de hoje do Tour de Oman: Rodriguez, Contador, Froome e Nibali.

Com as etiquetas , , , , , ,