Espanha campeã mundial de andebol

sterbik

Final paupérrima por parte dos dinamarqueses. A Dinamarca perde novamente o campeonato do mundo na final, facto que já tinha ocorrido em 2011 contra a selecção francesa. Resumindo: Os Dinamarqueses nunca chegaram a entrar no jogo. Muitas perdas de bola (20), quase tantas como as que tinham cometido nos restantes jogos deste mundial. Os Dinamarqueses entraram muito nervosos na partida. Jogadores com uma enorme experiência como Kaspar Sondergaard, Mikkel Hansen ou Nikolaj Markussen, habituados a disputar finais de competições internacionais e por clubes não conseguiram entrar no jogo e cometeram erros atrás de erros contra uma Espanha fortíssima no jogo exterior (Cañellas principalmente), no fornecimento de jogo ao seu pivot Julen Aguinalde (comeu de cebolada a frontline dos Dinamarqueses) e para o lateral direito Guardiola. Cañellas chegou inclusive a terminar o jogo com 100% de eficácia (7 golos em 7 remates). Pior que os turnovers cometidos foi a atitude passiva dos dinamarqueses na partida. Os Dinamarqueses não foram capazes de por em prática o seu andebol de 1ª linha e não conseguiram colocar em campo toda a agressividade que os caracteriza no plano defensivo. Na primeira parte, fruto da desconcentração dinamarquesa, a Espanha vencia por 18-10.

Na 2ª parte, os dinamarques até entraram bem do ponto de vista defensivo mas não conseguiram marcar qualquer golo nos primeiros 9 minutos. A Espanha continuou a capitalizar todos os erros dos Dinamarqueses como lhe competia e teve a ajuda do senhor que está na imagem: Arpad Sterbik. Uma exibição de sonho deste guarda-redes sérvio naturalizado espanhol em 2008, com 15 defesas onde demonstrou serenidade (raramente levantou um pé do chão para tapar angulos). Sterbik já foi eleito pela EHF o melhor jogador do ano no ano de 2005, tendo sido o primeiro guarda-redes a ser eleito na história da modalidade.

Nos minutos finais, com a vantagem expressiva dos espanhóis a oscilar entre os 14 e os 16 golos de diferença, pode-se dizer que foi um passeio até ao apito do quadro electrónico. A Espanha é a nova campeã do mundo de andebol.

P.S: mais logo, vou tentar arranjar e postar highlights ou o jogo completo se tal me for possível.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: