assim é para descer

o beira-mar dá um banho de bola no guimarães, domina o jogo por completo, cria meia dúzia de oportunidades de golo, sendo que algumas delas foram de 4×3 e 3×2, consegue falhar perdidas inacreditáveis como foram as de Rafael Batatinha (isolado) na 1ª parte e Serginho na 2ª (tudo bem feito e depois faz-me um passe daquelas para o guarda-redes) e sofre-me 2 golos que são absolutamente inenarráveis: o primeiro, um frango nada habitual no Rui Rego e o segundo, no último minuto, com a defesa a ver passar a banda convencida que já tinha os 3 pontos na mão.

o que eu vejo e o que o meu amigo Pedro Nuno também vê é um clube que não consegue ganhar com regularidade fora (em 5 jogos apenas foi buscar 3 pontos à Choupana) e que em casa desperdiça ocasiões perfeitas para sair do lugar em que está. e vemos a concorrência a sacar pontos em casa dos grandes. assim não vamos ficar.

nota final: foi a primeira vez que vi o Batatinha jogar. para quem veio da 3ª divisão, digamos que o homem habilidoso é. rápido nem por isso.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: