espectáculo

Hoje decidi acordar cedo. Acordar cedo para ver um daqueles espectáculos cuja vida nem sempre me permite ver em directo: o mundial de motociclismo nas suas 3 categorias, que este fim-de-semana visitou o arejado circuito de Sepang na Malásia.

Do Moto 3, nem bom vento nem bom casamento. O do costume. Domínio completo do Alemão Sandro Cortese (KTM) numa corrida disputada sob forte dilúvio. Cortese, conquista finalmente à 3ª época na categoria o título mundial. Relembro que Cortese entrou para a Moto GP catalogado como um wonder kid da modalidade, mas esse estrelato demorou a concretizar-se na pista. É possível que o Alemão seja transferido para o Moto 2 na próxima época.

O piloto português em Moto 3 Miguel Oliveira ficou numa honrosa 5ª posição,

Na categoria de Moto 2, o espectáculo abalou Sepang. O público Malaio, em peso nas bancadas, assistiu a uma prestação memorável do piloto wildcard (convidado pela organização) Hafizh Syahrin (na imagem) piloto Malaio de 18 anos que tem rodado sobretudo pelo campeonato espanhol de 125cc para ganhar experiência. O Malaio, conhecedor da pista foi um osso duro de roer para os pilotos permanentes Gino Rea, Alex DeAngelis e Anthony West. Quedou-se pela 4ª posição mas poderia ter vencido a corrida. Foi delicioso ver Syahrin rodar voltas e voltas com o melhor tempo da pista e foi ainda mais delicioso ver o Malaio a passar de gazão a tripla acima mencionada, ultrapassagens que causaram a euforia do público presente nas bancadas. Um erro na Chicane a 8 voltas do fim estragou o sonho do wildcard, numa corrida que foi ganha pelo San Marinense DeAngelis à 15ª das 19 voltas da prova, devido a bandeira vermelha hasteada pela organização derivado do mau tempo que se abateu durante a corrida.

De referir que na luta do título, Marc Marquez não se sagrou campeão virtual em Sepang por dois pontos. O piloto espanhol caiu à 12ª volta da prova. Já o seu rival Pol Espargaró pontuou apenas 5 pontos, fruto de um pobre 11º lugar. O campeonato ainda não está decidido mas o mais certo é que Marquez se sagre campeão na próxima corrida em Phillip Island (Austrália). Para isso apenas necessita de pontuar (12º lugar).

Em Moto 1, Dani Pedrosa estragou os planos a Jorge Lorenzo. Numa prova também marcada pela chuva, o piloto da Honda foi declarado vencedor a 5 voltas do fim (corrida decidida por interrupção da competição) ganhou 5 pontos ao seu compatriota e adiou a decisão do título para a Austrália.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: