De Londres #9

Foram heróis, tanto na competição individual como na prova por equipas. A missão de bater a Coreia do Sul (2ª melhor mundial e medalha de bronze em 2008) não era fácil, mas Tiago Apolónia, João Pedro Monteiro e Marcos Freitas bateram-se taco-a-taco até ao último ponto e tiveram bem perto o sonho de se qualificarem para o top-4 do ténis de mesa mundial.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: