Piermario Morosini

Piermario Morosini. 25 anos.

O futebol viveu um dia triste, hoje, no jogo da Série B entre o Pescara e o Livorno.

Prefiro não colocar as imagens que alguns fotógrafos presentes no local tiraram nem os vídeos que as televisões mostraram por considerar que são demasiado chocantes e atestam de forma errada a memória da pessoa.

Uma tarde onde tudo correu mal. Uma história envolta em alguma polémica. O jogador do Livorno caiu inanimado no relvado do Estádio, corria o minuto 31 da partida. Do que se pensava ser uma queixa física transformou-se rapidamente no pânico entre colegas de equipas e colegas de profissão.

Nas bancadas, o chefe de cardiologia do hospital de Pescara: “Quando cheguei ao relvado, Morosini estava em paragem cardíaca e respiratória. Fizemos massagem cardíaca por hora e meia, primeiro manualmente e, depois, utilizando vários instrumentos. Mas não havia nada a fazer. Não podemos dizer a cem por cento se a causa da morte foi devido a problemas cardíacos ou cerebrais, isso só pode ser confirmado após a autópsia.”

Ernesto Sabatini, médico do Pescara refutou que a existência de um desfribilhador no estádio pudesse salvar a vida do atleta: “Num caso de paragem cardíaca, que foi o que aconteceu a Morosini, nos primeiros minutos deve fazer-se reanimação. Depois, se existirem sinais elétricos, o desfibrilhador entra em ação. Neste caso, o desfibrilhador não podia ser usado porque deteta automaticamente os impulsos elétricos. Se estes não existirem, a máquina não ativa. Por momentos, o jogador reanimou, na ambulância continuámos a tentar mas sem sucesso. Quando chegámos ao hospital, a primeira coisa que fizeram foi introduzir um pacemaker para dar impulsos elétricos ao coração.” – no entanto, afirmam que o Pescara não estava dotado de um desfribilhador no seu estádio.

Morosini foi encaminhado já sem vida para o hospital. Relatos afirmam que existiu um atraso na chegada da ambulância ao estádio e outros relatos afirmam que um carro de polícia ainda bloqueou a saída da mesma. Outros relatos em Itália afirmam que Morosini poderia ser um caso de doping no Livorno.

Piermario Morosini deixa-nos aos 25 anos, depois de ter representado Atalanta, Bolonha, Vicenza, Reggina e Padova e Udinese. Profissional desde 2005, tinha 21 jogos na Liga Italiana e tinha sido presença regular nas selecções jovens italianas, estreando-se nos sub-21 da Squadra Azurra com 16 anos. Efectuou 51 jogos pelas camadas jovens do seu país, marcando 1 golo.

A Federação Italiana suspendeu automaticamente a jornada marcada para este fim-de-semana.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , ,

3 thoughts on “Piermario Morosini

  1. É lamentável.. e consta que o capitão de equipa vai pedir a custodia da irmã de Morosini visto ser dependente do falecido e ter limitações fisicas. Um exemplo de Humanismo e a prova que Morosini era um jogador querido pelos colegas..

    R.I.P.

  2. Nizan do Carmo Araujo Bastos diz:

    Fiquei muito choxada com a cena do jogador passando mal e tentando nunm ultimo esforço se levantar.
    Feliz em saber que eciste tambem pesoas generosa e humanas que ele tinha uma irmã dependente dele no sentido físico, financeiro e emocional. Parabéns a esse Grande Senhor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: