João Araújo Correia, como bem adivinhavas nem a Troika sabia da medida.

Parece que existe vida para além do Memorando de Entendimento. O Relvas já não pode justificar tudo com o dito memorando.

Ah, esqueci-me que o Relvas agora é Ministro dos Assuntos Sportinguistas.

E depois tens esta do Carlos Costa:

“Carlos Costa salientou, nomeadamente, que há “uma maior flexibilidade salarial tácita do que explícita” e que esta “está a suportar o reforço da competitividade externa”. O governador salientou que esta flexibilidade salarial é inclusive maior do que se pensa no âmbito das Pequenas e Médias Empresas (PME).”

ín Público na edição de hoje.

Definitivamente, ainda não chegou a Washington o novo Código do Trabalho. Será que foi de barco e o raminho se perdeu no caminho?

O argumento do Moedas é espectacular. Depreendo então que seja mais positivo para a competitividade da economia portuguesa baixar “tacitamente” os salários (com recurso por exemplo à praga do contrato a tempo incerto e dos recibos verdes) do que abrir linhas mais robustas de financiamento às PME´s ou incentivar a banca a abrir linhas de crédito.

Ah, pois… Esqueci-me que a banca portuguesa ainda anda a batalhar nos rácios de capital… e que o BES anda em manobras arriscadas…

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , ,

2 thoughts on “

  1. João A. Correia diz:

    Cuidado com os ventos de Espanha!

    A propósito, já tropeçaste na notícia de que a Cristina Kirchner anda a falar em nacionalizar a sucursal da Repsol na Argentina? No El País não falam de outra coisa… E parece que o Governo espanhol já anda a falar “grosso”…

    • Sim.

      Cuidado com os ventos de Espanha. Se o Rajoy não se aguentar nas canetas, será o fim da macacada aqui.

      Para os socialistas, cuidado com os ventos de França – Se o François Hollande não vencer o Sarkozy (o mais provavel visto que até agora um trotskista anda a roubar votos aos socialistas franceses) o Partido Socialista Português, o PSOE e o Labour serão autênticos partidos “partidos” aos pedaços.

      Sim. Já li várias notícias. O Rajoy já foi pedir ajuda a Bruxelas e Bruxelas disse “tareco, ataca ataca” – o que lhes vale é que o Chavez está a morrer e pode ser que voltem à Venezuela em breve caso aqui dê novamente para o lado das privatizações. O mais incrível destas notícias é o comportamento que Bruxelas está a ter com Madrid e que não teve com Lisboa no caso da OPA sobre a vivo se bem te lembras.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: