Passos Coelho dixit

“Repor os subsídios em 2014 poderia dar uma imagem precipitada de Portugal”

depois de

“Iremos regressar aos mercados em setembro de 2013”

depois de

“Iremos regressar aos mercados seguramente em 2014”

e com as eleições em 2015.

É negar o óbvio. Carregar até 2014 para dar panis et circensis em 2015, ano de eleições. Tão típico da política, principalmente da política portuguesa. Não se trata de uma observação senso comum. É uma linha doutrinária assente e vigente nos partidos do centrão.

Outra questão que coloco é: será constitucional reduzir de 14 para 12 salários por ano?

Com as etiquetas , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: