Não é o nosso grande amor porque venceu o Benfica. É sempre

Demos banho de bola. Não é difícil de admitir. Custa a muitos, porque não estavam à espera da surpresa. Para os benfiquistas, ganhar ao Sporting tinha-se tornado um trabalho “fácil e limpinho”. Dezenas já festejavam antecipadamente uma vitória simples, as always.

O eterno 4º, o grande que já não é grande, mas que este ano ainda pode ser maior que o glorioso, deu um lição de humildade.

O futebol é mesmo assim: hoje ganha-se, amanhã perde-se.

Os meus amigos benfiquistas desapareceram do mapa subitamente. Não conseguem porventura explicar como é que o meio-campo do Sporting ganhou todas as bolas, como é que o Matías partiu a cocada preta, como é que o Javi (segundo muitos o melhor trinco da história do futebol português) foi comido de cebolada pelo Matías. Não conseguem explicar como é que o Elias se tornou uma carraça do Witsel e secou o belga por completo. Não conseguem explicar como é que o Emerson foi papado durante 90 minutos. Até conseguem explicar. Eu é que não consigo explicar como é que o Benfica paga uma fortuna a um defesa-esquerdo campeão do mundo para passar uma temporada no banco. Não conseguem explicar como é que o “perigoso” Cardozo não ganhou um duelo nas alturas ao duro Xandão e ao atinado Polga. Não conseguem explicar porque é que o Benfica não conseguiu meter uma (uma, uma) uma vez à prova o Rui Patrício e viram do outro lado o Artur evitar uma goleada.

As derrotas não se explicam apenas pelo prisma da arbitragem. Artur Soares Dias errou. Assinalou mal uma grande penalidade a favor do Sporting, tendo feito vista grossa a outra antes na área leonina e posteriormente, a uma outra cometida na área do Benfica por Garay. Confesso que o resultado até poderia ter sido diferente caso todos esses casos tivessem sido devidamente assinalados. Não o foram. De resto, o Sporting ridicularizou o Benfica com jogadas de mestria, isolando o seu pouco eficaz ponta-de-lança na cara do guardião do Benfica 4 vezes. Matías é um jogador de top mundial e finalmente está a jogar no seu lugar. Ironizei a meio da partida que Matías estava a carregar em si o espírito de Ché Guevara “tal” eras ganas de executar ali e agora a revolução. Elias foi pau para toda a batalha. Capel saiu esgotado de tanto correr, de tanto puxar, de tanto lutar. Insua foi outra das exibições que me agradou muitíssimo. Fazendo jus às suas habituais declarações no twitter “que lindo é ver este lateral de verde e branco” e, confesso que já não via um flanco esquerdo com tanta qualidade desde a dupla Rui Jorge\Barbosa. E Barbosa, apesar de ter sido um jogador tecnicamente brilhante que só pecava pela falta de velocidade no seu jogo, tem para mim o estatuto de Deus do Sporting pelo simbolismo de ter sido anos a fio aquele que levava o Sporting às costas.

Acima de tudo, esta vitória serviu para provar que estamos vivos. E digo-o aqui sem pejo. Iremos vencer a Taça de Portugal e a Liga Europa. Tenho 100% de certezas. Compreendo perfeitamente que para alguns benfiquistas seja difícil ver o Sporting campeão Europeu. Eu gostei de ver o Porto campeão europeu na Champions e na UEFA. Se fosse o Braga nutria tal sentimento. Se fosse o Benfica, seria-me indiferente. Seria-me indiferente porque a cartilha dos adeptos do Benfica assemelha-se cada vez mais à cartilha do Estado Novo. As premissas são “tudo contra nós”, “nós pela nação, nós contra todos” e “somos melhores que os outros” – Para se ser melhor que alguém é preciso mostrar-se. Isso de ficar à frente do Sporting é mito. O que interessa é ganhar. Ficar um lugar à frente do rival é ficar um pouco mais à frente que o dito na luta dos últimos. O Sporting para o Benfica não passa daquele clubezito do estádio das retretes “onde vamos lá ganhar como habitual”

Adeus. Damos o título ao Porto. E damos bem. Não jogam nada mas são mais sóbrios no discurso.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 thoughts on “Não é o nosso grande amor porque venceu o Benfica. É sempre

  1. pedro diz:

    Quando ao intervalo,a pergunta “o que e uma vida super” o adepto questionado responde “e ganhar ao benfica” se ve bem o quao pequeninos sao. No fim,fazem uma festa que parece que sao campeoes.

  2. João A. Correia diz:

    Acredito que irá ser uma final Sporting-Valência. Um adversário de extrema dificuldade, diga-se…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: