falta de categoria

Dizia-me uma pessoa no café que maior parte dos arbitros portugueses “como não jogaram futebol” não são gajos que entendem o futebol.

A mesma pessoa foi unânime aquilo que acho sobre Bruno Paixão: falta de categoria.

Bruno Paixão é um agente que anda a mais no futebol português. Não é de hoje. Bruno Paixão anda a mais no futebol português há anos.

Falamos de um árbitro que há uns anos atrás, no final de um jogo da Académica no antigo Calhabé, foi acusado por uma oficial da PSP de se ter exibido na porta do seu balneário apenas de toalha à cintura e de posteriormente se ter desnudado à frente da mesma.

Incidente à parte, Bruno Paixão é um indecente. Acredito que já tenha prejudicado todas as equipas da 1ª liga durante os anos em que é árbitro de 1ª categoria. Quando apita o Sporting, o Sporting não ganha. Não é que o Sporting jogue muito nesses jogos, mas Paixão mal ou bem mete sempre o seu dedinho no jogo.

Não consigo perceber como se mantem na 1ª categoria de arbitragem. Vê os lances de longe. Tem uns auxiliares miseráveis. Deixa que o jogo se paute por constantes paragens. É demasiado excessivo no capítulo técnico, muitas vezes dando amarelo por faltas curriqueiras. Marca penaltis após penaltis sem sequer ponderar a melhor decisão. De vez em quando alterna entre a excessividade de paragens e cartões e o regaboff total dentro das 4 linhas onde tudo é permitido aos atletas. Fala demasiado com os treinadores em ímpetos de falso-moralismo e tem uma coisa que me irrita imenso: demora séculos quando exibe cartões.

Bruno Paixão é indecente. Provavelmente deve ter um bom padrinho entre a comissão de arbitragem. Não consigo também perceber como é que conseguiu que a FIFA o tornasse árbitro de elite. Enfim, é fraco, é incompetente e é indecente.

Anúncios
Com as etiquetas , , , ,

One thought on “falta de categoria

  1. João A. Correia diz:

    Estar ou não na 1ª categoria é mais ou menos indiferente…. visto que há muitos árbitros sem categoria na 1ª liga. Agora, ser Bruno Paixão um árbitro internacional é que… valha-me Deus! Significa que alguém dá, apaixonadamente (só pode!), boas pontuações ás suas arbitragens.

    Branco acho que a Juve Leo podia começar a cantar isto:

    “Paixão; Paixão,
    não vais fugir de mim,
    serás…
    Paixão,
    até ao fim…”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: