NBA videos #1

50 anos depois. 100 pontos num único jogo. Will Chamberlain por Philadelphia. Ainda se mantem actualmente como o record de mais pontos somados por um jogador num único jogo. Se bem que há poucos anos atrás, num jogo contra Toronto, Kobe Bryant somou 87.

Will Chamberlain é um jogador mítico da Liga. Foi durante anos o melhor jogador da Liga, tendo um salário base que rondava os 30 mil dólares mensais nos anos 60, uma autêntica fortuna, considerando que na altura a Liga era maioritariamente constituída por jogadores brancos e Will era negro.

Will e Bill Russell, outro mito de então disputaram ano após anos duelos intensos.

Mais recentemente, numa auto-biografia, Will Chamberlain confessou (não sabemos se com um toque de verdade ou um toque de mito) que teve mais de 3 mil relações sexuais durante a sua vida.

Quem conhece a NBA profundamente, conhece Craig Sager.

Sager é um jornalista da TNT cuja profissão lhe dá o privilégio de viajar durante todo o ano com as equipas para cobrir (via TNT) o inside da competição.
Sager também é conhecido e ironizado na Liga pelo seu fraco gosto quanto à indumentária que veste. É ritual ver Sager com uma combinação constituída por um fato cor-de-rosa com uma gravata castanha, ou com um fato com lagartos e uma gravata do Mickey Mouse. Ou com um fato todo vermelho e uns sapatos pele de crocodilo verdes.
Neste vídeo, Kevin Garnett ironiza o pobre coitado e diz-lhe para queimar os fato!

Blake Griffin é a nova coqueluche da Liga.
Este número 2 do draft de 2010 conquistou os Estados Unidos da América com os seus poderosos afundanços. Dizem-se remates. Na verdade, aceitamos porque são autênticos remates.

No entanto, não são só os remates que fazem de Griffin um jogador com um potencial soberbo. O seu atleticismo é a sua maior arma. Tanto ofensivamente como defensivamente. É um jogador de um grau de explosão junto ao cesto demolidor, chegando por exemplo ao que foi nos anos 90 Dennis Rodman. Defensivamente é grande, abafa muito e ganha muitos ressaltos por jogo. Ao nível de lançamento não é tão forte como nas restantes características mas no entanto nesta época e meia de Liga ronda os 50% em lançamentos de campo. Já fez mais de 2500 pontos em época e meia, o que dada a durabilidade dos jogadores da NBA é meio passo para que entre nos 10 melhores de sempre neste campo.

Neste video, este ano, contra Oklahoma, Griffin brinda-nos com mais do mesmo. Fazer isto contra um jogador normal parece fácil para Griffin. O problema é quando do outro lado está um bom defensor, neste caso, Kendrick Perkins, um jogador que se pauta pela dureza associada ao alto dos seus 2,09m. Absolutamente delicioso.

Para rematar, um compendio de imagens dos melhores abafos da carreira de Alonzo Mourning.

Alonzo Mourning é um hall-of-famer que se destacou nos anos 90 principalmente ao serviço de Miami. Em Miami passou os seus melhores anos de carreira, que infelizmente coincidiram com os anos da era Jordan nos Bulls. Alonzo Mourning era um temível defensor e tem uma história enquanto desportista que é fenomenal: em 2004, Mourning estava em Miami já no fim de carreira quando recebeu a notícia que padecia de uma grave doença nos rins que o obrigava a interromper a carreira. Depois de um transplante de rim, Mourning ganhou coragem e em 2005 voltou a jogar pelos Heat tendo ganho o título desse ano ao lado de Dwayne Wade e Shaquille O´Neal.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: