The Champ is here!

 

De todas as contratações que os Bulls poderiam fazer – free-agents como Jamal Crawford, Caron Butler, Tyson Chandler, Kirk Hinrich e de outros que se poderiam\podem tornar free-agents no próximo verão mas cuja troca exigia que os Bulls libertassem 1 ou 2 das suas estrelas (Chris Paul\Dwight Howard) – os Bulls optaram por deixar ir dois jogadores inúteis na equipa como Keith Bogans e Jannero Pargo e contratar apenas o velhinho Richard Hamilton.

 Para quem conhece a NBA nos seus meandros, o nome de Richard Hamilton diz muito da história da competição da última década. Campeão por Detroit em 2004, o jogador de 33 anos, escolhido no draft de 99 por Washington, carregou os Pistons durante vários anos e foi atleta all-star por 3 vezes. Para se ter a noção do jogador, pode-se dizer que a pior média pontual do base aconteceu na season 99\2000 (enquanto rookie) com 9 pontos de média em 71 jogos e a melhor aconteceu em 2005\2006 com 20.1 pontos. É portanto um atirador por natureza que em toda a sua carreira já leva mais de 18 mil pontos marcados na competição.

 Para quem conhece a actual natureza dos Bulls, Ric Hamilton será aquele jogador que vai colmatar as grandes lacunas da equipa. Primeiro porque vai ser o base transportador de bola que irá libertar Derrick Rose para o seu jogo (lançar, incorporar-se no meio das defesas adversárias nas suas rápidas acelerações de jogo) e será aquele base-shooter, muito viável tanto no lançamento curto como no lançamento de 3 pontos. Mesmo assim, os Bulls pecaram por não terem contratado mais um extremo para fazer banco. Uma equipa que pretende lutar pelo título terá que tter mais soluções de banco do que CJ Watson, Karl Korver, Taj Gibson e Omer Asik.

Neste último mês foram várias as ligações de jogadores que a imprensa desportiva norte-americana ligou aos Bulls. O primeiro nome foi obviamente o de Dwight Howard, o jogador mais cobiçado desta pré-época. Estando Dwight Howard mais linkado a equipas como os Lakers ou como os Nets, e tendo em conta o facto que o poste não foi para lado algum porque a direcção de Orlando assim o entendeu. Na contenda pelo concurso do poste, os Bulls não desmentiram que corriam por for a: Howard e a direcção de Orlando foram abordados e foi inclusive feita uma abordagem em que os Bulls abdicavam de qualquer jogador do seu plantel numa eventual troca, excepto dois jogadores: Carlos Boozer e Derrick Rose. Daí que a própria imprensa norte-americana tenha mencionado que caso os Lakers e os Nets não tivessem capacidades para trocar jogadores com Orlando (os Lakers ainda estavam numa posição negocial por Chris Paul e os Nets não tinham manifestamente jogadores que agradassem a Orlando) os Bulls poderiam avançar com uma proposta que continha a troca de Jason Richardson e Dwight Howard por três jogadores médios\bom: Joakim Noah, Taj Gibson e Luol Deng.

Caron Butler, Jamal Crawford, OJ Mayo, Vince Carter foram outros dos nomes linkados à equipa de Chicago. Butler acabou por escolher os Clippers, Crawford seria um jogador ideal para fazer de nº6 (primeiro a saltar do banco), OJ Mayo é um jogador medíocre e Vince Carter seria um erro enorme, mesmo apesar do facto do jogador mesmo a 50% das suas capacidades ainda ser um pontuador nato.

 Desta troca, como em qualquer troca da NBA, surgiriam prós e contras. Se Howard é claramente um monstro do jogo e iria acrescentar muito mais valor que Noah, principalmente do ponto de vista ofensivo (a combinação Boozer e Howard debaixo do cesto deveria ser qualquer coisa de explosivo) e se Jason Richardson é aquele jogador muito experiente, bom lançador mas também por outro lado um jogador que é muito inconsistente nas exibições, a perda de Deng resultaria na perda de um jogador que apresenta uma regularidade ofensiva ímpar na história dos Bulls (as médias anuais rondam entre os 17 e os 22 pontos) iria perder Noah que é o guerreiro da equipa e iria perder Taj Gibson, que apesar de não ser um jogador cujas características técnicas aprecie é também ele um bom lutador.

 Portanto, na minha opinião, os Bulls fizeram muito bem em contratar Richard Hamilton, até porque a free-agency de 2012 traz efectivamente muitas surpresas para rechear o plantel dos Bulls.

 A época para a equipa de Chicago começa no domingo. A abrir, um jogo em Los Angeles frente aos Lakers, equipa muito fustigada por esta pré-época.

Primeiro porque Kobe Bryant no lock-out ponderou efectivamente deixar a NBA e ir jogar para a Europa. Se outros jogadores como Rose, Williams, os irmãos Gasol, apenas manifestaram interesse em jogar na Europa momentaneamente enquanto não se obtinha um acordo concreto que fosse de encontro às pretensões dos jogadores, Kobe ponderou efectivamente jogar a tempo inteiro na Europa.

Em segundo lugar, porque viu abandonar um jogador importantíssimo na manobra da equipa: Lamar Odom. Lamar Odom foi dado como transferível. Um jogador da sua craveira que é dado como transferível e cuja troca (Paul; Howard) acaba por não se efectuar, tem toda a razão em abandonar a equipa.

Em terceiro lugar, porque Gasol e Bynum também foram dados como transferíveis nas tentativas de trocas que os Lakers batalharam e tal facto poderá mexer obviamente com o psicológico dos dois jogadores. É de relembrar que Gasol já falhou muito ao nível psicológico na época passada.

Em quarto lugar, o falhanço nas contratações de Howard e Chris Paul não acrescenta à equipa aquele incremento necessário para que as coisas corram bem.

Em quinto lugar, este ano será estranho. Phil Jackson abandonou o cargo de treinador, portanto é de esperar que os próprios lakers demorem alguns jogos até perceber aquilo que o novo técnico pretende. Até porque a pré-época foi algo planeado às três pancadas para todas as equipas.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: