sem facciosismos

Eu gosto muito dos New Order, são das minhas bandas favoritas, mas também gostava de chegar a Manchester e perguntar sem obséquios: desculpe lá ó Peter Hook, já ouviu isto?

Com as etiquetas , , ,

2 thoughts on “sem facciosismos

  1. Bianco… Mário Limbado disse-me uma vez que estes indivíduos eram fascizoides… lol

  2. Mário Limbado, mais uma vez não está errado. Mas também não está certo. O que ocorria à época era que os heróis do mar, devido aos uniformes que usavam nos videoclips, capas de CD e com que se deixavam fotografar (da época dos descobrimentos) e devido às letras (que roçavam algum sentimento nacionalista) foram colados a uma ideologia proto-fascista. Temos que perceber o contexto: os heróis do mar emergiram nos primeiros anos da democracia, liderados por Rui Pregal da Cunha (nascido em Macau) e quando Portugal ainda recuperava dos anos do PREC e tentava solidificar as primeiras experiências democráticas. Rapidamente, a banda teve que largar o uso de tais vestigios pois senão estavam em mau lençois do ponto de vista comercial…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: