As demissões

diário As Beiras, página 8

 

2 demissões, 1 semi-demissão. Faltam ainda 2 demissões, as de Pedro Tiago e Nélson Fonseca.

Todas elas com dois denominadores comuns: falta de confiança política e perseguição pessoal.

Só Eduardo Barroco de Melo é que não sofreu falta de confiança política por parte da Academia. Tenho pena que o mesmo ainda não se tenha demitido depois daquilo que fez durante o ano. No entanto, folga-me em saber que na AAC, Eduardo Barroco de Melo, sai, como diz a giria “pela porta do cavalo”: com 5 demissões no pacote, zero de trabalho, zero de responsabilidade e zero de humildade.

Mas a podridão, a podridão ficou toda na Direcção-Geral...

Porém, o mandato de Eduardo Barroco de Melo não se fica por aqui: deixou que os seus vice-presidentes alimentassem uma candidatura quando o mandato ainda nem sequer ia a meio. Foi completamente enrabado, repito, enrabado em ENDA e nas eleições para o Secretariado de Inter-Núcleos. Por duas vezes, violou os estatutos da AAC: uma quando quis sobrepor uma Feira de Emprego da AAC na mesma altura em que os Núcleos de Estudantes de Economia e Gestão também preparavam uma (infringiu um direito dos núcleos) e outra, quando numa Magna, pura e simplesmente não quis ascultar e cumprir a vontade da maioria dos votantes presentes.

Para compor o ramalhete, ficou assustado com um post de um humilde blogger e ameaçou levá-lo para a barra dos tribunais.

Uma lástima, repito.

Quem aprende é quem está dentro da AAC. Aprende com os erros deste “pequeno” presidente para que o futuro seja melhor. E espero, claramente, que o futuro passe por 2 nomes: André Costa. Espero mesmo do fundo do coração. 

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

5 thoughts on “As demissões

  1. Marcos Lemos diz:

    Estas guerras são mais que normais. O país está em crise, e agora mais que nunca é preciso chegar ao topo da hierarquia estudantil a todo o custo, para tentar que o futuro seja mais sorridente a nível individual. Pouco “servir”, e demasiado “servir-se”. Nada vai mudar, e continuaremos a ter presidentes da DG que se esquecem continuamente de pôr os interesses dos estudantes a frente dos seus próprios. E não há André algum que mude isto.

  2. Concordo com a tua opinião quase na totalidade. Faltou tirar o quase, como deves compreender.

    Já agora, este post já é um dos posts do dia na wordpress. 200 views em cerca de 3 horas. Obrigado a todos os que me lêem, e em especial, a ti Marcos, que me comentas assiduamente e de “cara visível”.

  3. Marcos Lemos diz:

    Não tens de agradecer. Numa blogosfera cheia de lixo, acho que tens um blog muito bom!

  4. Faço os possíveis por isso. Muito obrigado. Abraço

  5. […] aqui – a demissão do Tesoureiro Miguel Andrade na última noite de latada e a chuva de comunicados que se seguiu nos dias posteriores. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: