O toque de Button a Hamilton

Jenson Button venceu o Grande Prémio do Canadá, disputado no domingo em Montreal.

Sob investigação dos comissários da F1 continua o toque (ver video) que deu ao seu colega Lewis Hamilton quando este o pretendia ultrapassar na recta da meta.

Dada a rivalidade entre os dois colegas de equipa da McLaren e a estratégia deliberada da equipa em não fazer distinção entre piloto principal e piloto secundário, creio que se trata de um desvio de direcção claramente voluntário para que Hamilton não só não ultrapassasse Button como (dada a próximidade de Hamilton do muro de protecção) propositada para o fazer desistir.

A luta entre pilotos da mesma equipa por vezes é marcada por este tipo de incidentes. Lewis Hamilton já é um repetente neste tipo de quezílias – durante um ano andou às turras com Fernando Alonso, na altura seu colega de equipa. O resultado dessa quezília haveria de ser o campeonato perdido na última prova para Kimi Raikkonen, na altura ao serviço da Ferrari.

Já Button também não é um piloto com feitio fácil de lidar. Até 2009, Button era um piloto de escuderias de meio da tabela. O melhor que tinha conseguido era então um 3º lugar na geral do campeonato em 2004 ao serviço da extinta BARHONDA. Após o título vencido pela Brown (actual Mercedes) Button também tem protagonizado acesas discussões com outros pilotos, inclusive Rubens Barrichello e Felipe Massa.


Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , ,

2 thoughts on “O toque de Button a Hamilton

  1. nuno diz:

    é uma luta de egos. a F1 proporciona isso… melhor do que a relação-tapete-vermelho entre o schumacher e o barrichello. isto sim é F1 pura e dura. tem havido grandes corridas, mesmo esta do canadá com aquela chuva toda… a F1 está a melhorar, está a ficar mais ‘visível’.

    Talvez será mais uma luta ente pilotos que mostram os dentes e os pitons do que uma luta de egos. Aquele toque fez-me lembrar as loucuras do Prost/Senna. Vi em directo o Senna cortar trajectórias que pareciam impossíveis de cortar.

  2. João Branco diz:

    Isso é verdade. Está a melhorar ao nível de competitividade, mas também sabemos porquê: as sucessivas mudanças nos regulamentos fazem com que a principal dominadora da prova na última década (Ferrari) não possa ter todos os recursos que necessita para desenvolver as suas máquinas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: