Não acham que já chega?

Continua a indignação nas redes sociais por causa da CDU ter pintado as escadas monumentais.

Porque é que um acto do género (que apesar de tudo mereceu aqui a minha censura) merece tanto destaque, tanto alarido, tantos comentários vindos de pessoas que apenas aproveitam a ocasião para insultar pessoas de forma gratuita devido às suas ideologias políticas?

Porque é que a indignação não passa a acção? É mais porreiro insultar por detrás de um computador? As escadas monumentais ficam mais bonitas criando páginas no facebook? As escadas monumentais ficam mais bonitas, colocando comentários vergonhosos nas páginas das instituições partidárias? A CDU e os seus militantes devem ser generalizados como vândalos, filhos da puta e mais não sei o quê e banalizados como um todo pela atitude de meia dúzia de militantes de Coimbra? É justo?

Porque é que a vossa indignação estudantil não passa a acção nas Assembleias Magnas? Perante as repetitivas soluções que os blocos em confronto costumam ter nas Magnas, precisam-se de ideias novas… Porque é que a vossa mesquinha indignação não se manifesta quando o vosso colega do lado é obrigado a abandonar o ensino superior por falta de recursos e pelo facto de lhe ter sido negada uma bolsa de estudo? Porque é que a vossa mesquinha indignação não se faz sentir quando têm conhecimento que existem colegas vossos que não fazem 3 refeições por dia? Porque é que a vossa indignação não se faz sentir quando as propinas aumentam e quando as faculdades estão velhas ou insuficientes para que as aulas e exames decorram com normalidade?

Não acham que a vossa indignação perante uma pintura nas escadas monumentais que acaba por ser um acto bastante pequenino ao nível de outros problemas dos quais padece actualmente o ensino superior? Não acham que já chega?

Com as etiquetas , , , , , , , ,

7 thoughts on “Não acham que já chega?

  1. Não interessa diz:

    Pela sua lógica, devíamos estar felizes porque em África a miséria é superior à de cá! Não é por existirem problemas maiores que os mais pequenos perdem importância ou deixam de existir.

    Este texto é toda uma demonstração de azia. As escadas estão uma vergonha! Se concorda com aquilo, é porque não bate bem da cabeça.

  2. João Branco diz:

    Caro leitorleitora:

    Se porventura se der ao trabalho de ler alguns posts em baixo deste neste espaço, deverá ler dois posts onde apesar de afirmar a minha ideologia política, censuro o acto. Não é por aí que têm razão ou que poderá afirmar segundo suas palavras “que este texto é uma demonstração de azia” ou que concordo com o que se passou porque não concordo.

    Não existem problemas maiores ou menores. Existem problemas que necessitam de soluções. Em todo o mundo, de todos os géneros. Ponto. Se as escadas estão uma vergonha? Estão. Se os autores daquilo devem ser identificados e obrigados a limpar? Devem. Se as autoridades que gerem o património se dessem ao trabalho de investigar quem fez tal acto e obrigar os praticantes a limpar, as escadas já teriam sido limpas ontem ou hoje.

  3. Joana diz:

    Caro João Branco, obrigada por chamar a atenção para os verdadeiros problemas.
    Contudo deixe-me só ressalvar umas coisinhas relativamente ao seu comentário de resposta ao leitor anterior,
    Se as escadas estão uma vergonha? é discutível e cada um tem o direito de gostar ou não.
    Se os autores daquilo devem ser identificados e obrigados a limpar? Não. o acto de pintar as escadas é legal, previsto na lei. aquando da pintura das mesmas, os autores foram visitados pela polícia e, após conversa com os responsáveis, chegaram à conclusão que de facto era um acto legal e que poderia ser realizado. Como tal, as autoridades que gerem o património não precisam de investigar quem fez tal acto, porque este foi realizado à luz do dia, durante a tarde de domingo e os praticantes não serão obrigados a limpar as escadas porque não cometeram nenhum crime, tão pouco uma infracção da lei. para além disso, quem quiser limpar as escadas durante a campanha eleitoral, estará, esse sim, a cometer um crime de remoção de propaganda política.
    Se as escadas estão bonitas ou não, cabe ao critério de cada um decidir. mas sejamos sensatos e aceitemos que não constitui nenhum crime, não é uma coisa inédita, faz, inclusive, parte da história das próprias escadas, que só ganharam a relevância que têm hoje devido às lutas que nelas se espelharam.
    Agora, como você próprio afirma, é triste ver toda esta revolta, mais triste ainda, ver toda a mobilização ontem para boicotar um comício partidário, quando temos a luta estudantil descredibilizada. Quando depois estes ferranhos todos do património, não são capazes de lutar pelos seus direitos e deixam, tão facilmente, hipotecar o seu futuro. É triste ver que é tão fácil revoltarem-se por coisas parvas e não se mexerem quando o assunto é sério e REALMENTE os prejudica.
    Sejam coerentes. Parem para pensar um bocadinho.

  4. João Branco diz:

    Cara Joana,

    Depois de ter verificado alguns mitos e factos acerca de todo este acontecimento, tenho que dar alguma razão ao argumento que demonstrou no seu comentário. É de facto um acto que em nada vai contra as leis eleitorais, e que foi constatado pelas autoridades no próprio dia da execução.

    No entanto continuo a acreditar que o métodoinstrumento propagandista (como lhe queiramos chamar) usado pelos meus camaradas não foi o mais profícuo para o proliferar dos ideais que a CDU defende para este país. Mas nesse ponto, é a minha opinião pessoal e como tal, uma opinião vale o que vale.

    Continuo também a achar triste e indecente toda a “pseudo-revolta” que esta situação criou nas redes sociais e um claro sinal de desrespeito pela democracia aquilo que os estudantes da Academia de Coimbra foram ontem fazer às escadas monumentais. Foi uma contra-corrente intolerável para quem (o próprio Jerónimo de Sousa) em nada contribuiu, tendo sido ali arduamente penalizado por excessivos moralistas de memória curta desta Academia que já não se lembram ou são jovens demais para ter visto aquelas escadas pintadas várias vezes.

    A minha experiência de 6 anos como estudante de Coimbra também me garante que os estudantes só lutam por uma causa quando se sentem afectados por ela. Até existir um facto que lhes possa tirar uma certa zona de conforto, está tudo bem com eles. Os outros é que estão mal e têm de fazer pela vida.

  5. “CDU, a arranjar spots de propaganda política grátis desde 1987”

  6. Não interessa diz:

    Espero que vos pintem as paredes das casas, os carros e tudo o que vos pertença, e que depois venham com os mesmos argumentos.

    Se estamos a falar deste assunto, ficamos neste assunto, para quê estar a misturar outros assuntos que nada têm que ver com isto? Tendo mais ou menos importância.

  7. Não interessa diz:

    E a revolta é comum nas redes sociais por tudo e mais algum motivo, já viram quantos grupos / blogs / comentários criaram sobre a rapariga que é espancada num vídeo…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: