Sobre as declarações de Costinha

Continuo a crer que a culpa do actual momento do Sporting não passa pelo trabalho de Costinha.

Fazendo uma análise ao ano de trabalho do director desportivo, creio que Costinha está a realizar um bom trabalho. Teve momentos bons, assim como teve momentos infelizes, tão próprios de quem tenta manter o equilíbrio de uma casa a arder.

Nos momentos bons, tenho a destacar a atitude tomada perante Izmailov. Defendo Costinha, defendo a atitude de Costinha. Não teço considerações sobre a decisão do jogador em não ter actuado naquele jogo frente ao Atlético de Madrid, visto que para além da competição desportiva existe um valor a salvaguardar que é a saúde do jogador. Crítico sim a atitude do jogador em ter viajado para Moscovo no dia da partida, atitude que foi tomada à revelia da estrutura do futebol profissional do Sporting e por conselho do seu empresário Paulo Barbosa.

Como em qualquer vínculo laboral, Izmailov tinha (estrictamente) que obedecer às ordens de quem lhe paga e não aos conselhos de alguém que é seu contratado e não pertence a essa mesma estrutura. Daí que a atitude disciplinadora e correctiva de Costinha esteja (na minha opinião) correcta.

Nos momentos maus, destaco obviamente o facto de Costinha não vir regularmente a público defender o Sporting. Das arbitragens, da pressão da Comunicação Social.

Para salvaguardar que a equipa profissional de futebol esteja focada apenas nos aspectos relativos à competição desportiva, é necessário que tanto Costinha como José Couceiro sejam mais interventivos na defesa do clube.

Quanto às suas declarações, sou da mesma opinião quanto à administração do Sporting. É difícil fazer mais quando não existem fundos para construir uma equipa competitiva. É difícil fazer mais quando a administração do Sporting está completamente minada pelos interesses dos bancos e quando o presidente em funções é ele mesmo um representante da banca no Sporting. Para bem do clube, é necessário que o próximo presidente possa inverter esses factos e possa arriscar mais. No futebol actual, quem não investe numa boa equipa de futebol profissional não pode ter retorno ao nível de encaixe financeiro. E neste momento, tendo em conta o plantel do Sporting, existem muitos jogadores sem qualidade alguma para representar a camisola do Sporting.

Pior, foi deixar sair o melhor avançado de um plantel que está literalmente em carência de golos sem que se tenha prevenido previamente com a entrada de um atleta capaz de suplantar a saída de um jogador como Liedson.

Quanto ao treinador Paulo Sérgio, tenho uma visão diferente da de Costinha. Desde a sua chegada a Alvalade que previa que Paulo Sérgio estava a chegar para cumprir um ano no clube. Não duvido absolutamente nada das qualidades de Paulo Sérgio, desde que este treine um Paços de Ferreira ou um Vitória de Guimarães. No Sporting não. Há muitos anos que creio que o Sporting deverá apostar num treinador estrangeiro vencedor. Num treinador capaz de instaurar uma filosofia de trabalho mais profissional, capaz de ombrear com os rivais do clube. Num consagrado que ponha a equipa a jogar bom futebol de ataque.

Só bom futebol poderá trazer os adeptos de volta a Alvalade. Caso contrário, e revelando-se a junção de todas as premissas, o Sporting é um clube condenado à extinção… Em breve.

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , ,

2 thoughts on “Sobre as declarações de Costinha

  1. tom_naza diz:

    “Crítico sim a atitude do jogador em ter viajado para Moscovo no dia da partida, atitude que foi tomada à revelia da estrutura do futebol profissional do Sporting e por conselho do seu empresário Paulo Barbosa.”
    Penso que isto já foi desmentido pelo próprio jogador inclusive…
    e falta aí o maior erro Pongolle, não a sua compra que o precedeu e logo não pode ser responsabilizado por isso, mas sim o seu emprestimo. Era de vital importância a recuperação psicológica daquele jogador que a meu ver ainda vai dar que falar.
    De resto até concordo, mas agora… perdeu toda a sua credibilidade em vir lavar roupa suja á Sportv.
    Quanto a extinção… tenho fé que seja agora! A extinção de todos os restantes croquettes já podres que ainda se escondem por lá em Alvalade, na CS e tb por aqui em Forumsa sociais.
    SL

  2. João Branco diz:

    Tal facto foi desmentido pelo jogador, é certo. Meses depois, sob conselho do Sindacato de Jogadores Profissionais de Futebol e bastante tempo após as declarações ao Jornal Record de Paulo Barbosa, onde este admitiu publicamente que aconselhou o jogador a viajar para Moscovo naquele dia. O que me leva a concluir que neste processo todo, o Izmailov aceitou os conselhos de entidades externas aquela que lhe paga o salário em vez de cumprir aquelas que lhe foram comunicadas pela instituição que lhe concerne a devida remuneração contratual.
    Nesse aspecto, estou a favor de Costinha.

    Fala-se que o Costinha deverá ser demitido nos próximos dias. É certo que os meios que ele utilizou para dizer aquilo que sentia em relação à actual estrutura profissional da SAD e ao actual panorama do clube não foram os melhores e só contribuem para continuar a destabilizar a pouca organização que o Sporting tem. No entanto, creio que o Costinha não disse mais do que aquilo que grande parte dos Sportinguistas pensam e criticam e como tal, penso que não deve ser excluído da manobra interna do clube por dizer a verdade.

    Quanto ao Sinama-Pongolle tem razão. A sua contratação foi cara e até agora não deu um único resultado ao Sporting. O jogador chegou a Portugal mas desde logo teve problemas pessoais que o impediram de render como devia como foi o caso do problema de saúde da filha e que não possibilitou que o jogador fizesse uma rápida integração no clube e no país.
    Com a saída do Liedson, o Pongolle poderia ser uma boa opção visto que também considero que o jogador tem ali uma pontinha de talento que o Sporting poderia explorar. No caso em concreto, o Sporting não podia (em Janeiro) chamá-lo de volta visto que o emprestou por 1 ano sem possibilidade de regresso, com o Saragoça a assegurar o pagamento dos salários e uma verba pela cedência, ficando no final da época com a cláusula de opção.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: