Guerra aberta na AAC

A saída de João Alexandre do cargo de secretário-geral da Queima das Fitas continua a fazer correr muita tinta aqui.

A paz podre que se fazia sentir há algumas semanas na AAC virou uma guerra aberta, que pode manchar o começo de mandato de Eduardo Barroco de Melo.

Chegaram até mim algumas informações. Consta-se que após saberem da demissão do seu secretário-geral, os secretários da Queima lançaram chaves (no sentido literal) contra Eduardo. Alguém confirma? Vá, não tenham medo de falar…

A esta hora, o Entre o Nada e o Infinito sabe que a DGAAC teve uma reunião esta noite, não sabendo porém se já terminou ou quais os resultados finais da mesma no que toca a este assunto. No entanto, também sabemos que poderão estar 12 demissões na forja em vários órgãos.

Aguardam-se novas informações do nº1 da Padre António Vieira.

PS: O Jornal A Cabra e a RUC, noticiam e esclarecem que Eduardo Melo deverá dar explicações do acontecimento amanhã. João Alexandre só falará depois de Eduardo Melo falar.

Com as etiquetas , , , , ,

One thought on “Guerra aberta na AAC

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: