A face da ignorância

Já ouvi demasiadas baboseiras na minha vida. Eu próprio admito que já disse bastantes baboseiras ao longo da minha vida. Todas as pessoas erram. Errar factos, errar na argumentação, errar na história ou errar por teimosia é uma característica natural do ser humano… Não me apetece usar esse ditado cliché que as pessoas usam para explicar aquilo que eu acabei de dizer.

O pior da coisa é mesmo quando dás de cara com a ignorância. A ignorância pura, visível, teimosa e grotesca.

É claro que há sempre gente para tudo. Há gente que sabe e que argumenta sobre um assunto de forma clara, directa e concisa, há gente que até sabe mas não quer mostrar que sabe, há gente que pensa que sabe mas é incompleta, há gente que julga saber e tenta repetir para mostrar que está a par de um assunto em que não está a par, há gente que pensa julgar saber, há gente que não sabe e não opina, há gente que não sabe de merda nenhuma e há a espécie mais habitual em Portugal que são as pessoas que não sabem de merda nenhuma mas tem sempre uma merda de uma opinião a dar sobre tudo sem sequer pensar racionalmente no assunto em questão.

À semelhança do que eu vi num destes dias, em que uma senhora de meia-idade jurava a pés juntos que tinha visto os homens lá de Lisboa a assinar uns papéis do Novo Acordo Ortográfico que não entrou em vigor porque o Brasil não queria aderir à União Europeia.

Como os italianos dizem “porca miseria”

Com as etiquetas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: